Corretores de Imóveis

Como ter sucesso como corretor empreendedor?

O corretor autônomo possui inúmeros desafios em seu dia a dia: instabilidade econômica, dificuldade para ter uma carteira de clientes e ausência de vínculos com imobiliária.

Diante disso, como garantir o sucesso nessa profissão? Neste post, listamos 6 dicas para você melhorar as vendas e garantir o seu retorno financeiro. Acompanhe!

1. Mantenha uma rotina de trabalho organizada

O corretor autônomo tem como vantagem a possibilidade de criar a sua própria rotina de trabalho. Todavia, precisa ser disciplinado para garantir o retorno financeiro.

Sendo assim, é imprescindível organizar os horários de trabalho, estabelecer metas e cumprir com as tarefas definidas como prioritárias para cada dia da semana. Caso contrário, qualquer imprevisto se transformará em um motivo para cuidar da sua vida pessoal no lugar da profissional.

Portanto, o adequado é utilizar uma agenda física ou online para anotar os compromissos e riscar aqueles que já cumpriu. Nela, deve-se inserir informações importantes como: telefones de possíveis clientes, horários de reuniões e endereços dos imóveis que devem ser visitados.

2. Defina o perfil do cliente

Há inúmeros perfis de clientes no ambiente de negócios. Portanto, é fundamental entender qual é o público-alvo no qual o corretor autônomo pretende focar. Seria na classe A, com empreendimentos de luxo e alto padrão, ou na classe C, que pode adquirir imóveis pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”?

De acordo com o perfil do público, as estratégias de venda e abordagem de clientes também mudarão, por isso, é fundamental conhecer bem o foco de atuação.

3. Tenha presença digital

Como o profissional autônomo não possui uma sede fixa, como uma imobiliária, ele precisa encontrar maneiras de divulgar seus produtos e serviços. Diante disso, uma opção prática e econômica é investir em uma presença digital.

O corretor pode criar uma página no Facebook e no Instagram, por exemplo, para anunciar imóveis à venda e seu telefone de contato. Ele também pode divulgar seus produtos e serviços em aplicativos de celulares. Esses são canais de comunicação que ajudam o profissional a manter um diálogo com possíveis clientes.

Além disso, também é recomendável investir em um site para profissionalizar o negócio e fazer atendimento via WhatsApp. Afinal, hoje os consumidores preferem o atendimento ágil por meio de mensagens.

Essas são opções práticas e funcionais para fazer a captação de clientes, agendar visitas e manter um diálogo com possíveis compradores.

4. Saiba fechar um negócio

O corretor de imóveis deve conhecer todas as etapas e técnicas de negociação para fechar um negócio. Sendo assim,

é preciso captar clientes, manter um diálogo com eles, oferecer opções adequadas para cada perfil e negociar a

venda do imóvel.

Ademais, o profissional autônomo deve saber orientar o cliente sobre a documentação necessária para a compra do imóvel e condições de financiamentos bancários.

Caso não tenha todo esse conhecimento técnico, deve estudar o assunto ou procurar profissionais da área que possam orientá-lo.

5. Mantenha um pós-venda

Após finalizar uma venda, o corretor autônomo deve manter um diálogo com o cliente, por e-mail ou WhatsApp,

por exemplo. Assim, é possível fornecer orientações, ajudar em procedimentos e, até mesmo, ser lembrado em indicações para futuros clientes.

6. Faça o controle financeiro

O sucesso de qualquer negócio depende da atuação do profissional, bem como de um controle financeiro eficiente. Portanto, o corretor autônomo deve organizar as contas e acompanhar a movimentação de dinheiro.

Para isso, pode utilizar planilhas do Excel ou aplicativos de finanças, que facilitam o controle de entradas e saídas de recursos, do destino do dinheiro, entre outras funções.

Além de monitorar o uso do dinheiro, é fundamental guardar ao menos o equivalente a 3 meses de despesas. Afinal, a vida do corretor autônomo é instável e não é possível prever quando será a próxima negociação.

Também é importante se lembrar de pagar a Previdência Social e reservar um valor mensal para a aposentadoria privada.

Enfim, o trabalho como corretor autônomo exige dedicação, disciplina, maneiras eficientes de captar clientes e um controle financeiro. Gostou deste post? Então, compartilhe-o nas redes sociais e ajude outros profissionais!

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Faça uma simulação e financie até 82%