Consórcio

Com um pouquinho por mês você constrói o seu sonho!

  • Possibilidade de comprar seu imóvel de forma planejada, em até 192 parcelas;
  • Sem taxa de juros e sem taxa de adesão;
  • É possivel usar até 30% do valor do consórcio para pagar seu lance;
  • Seu FGTS pode ser usado na oferta do lance para quitar a dívida, abater as parcelas ou completar a carta de crédito;

Solicite uma simulação

Preencha seus dados e receba mais informações

Tire suas dúvidas

O consórcio é um sistema de compra parcelada e programada no qual um grupo de pessoas se unem para pagar o valor do bem desejado em até 192 meses, com a possibilidade de reduzir o prazo quando quiserem. Não há pagamento de juros e nem taxa de adesão.

Para contratação, não é necessário apresentar nenhum documento ou comprovante de renda. Durante o plano, o adquirente do consórcio pode ser contemplado com uma carta de crédito via sorteio mensal ou por lance. Isso significa que, o dinheiro fica disponível para comprar o imóvel à vista, o que torna sua negociação com o vendedor mais vantajosa, além disso o valor da carta de crédito é atualizado com o Índice Nacional de Custo da Construção – INCC, o que aumenta o seu poder de compra. Até ter o seu imóvel você é um poupador. Ou seja, se não conseguir quitar as parcelas, seu nome não será incluído em cadastros de inadimplentes.

O sorteio do consórcio é vinculado sempre ao último sorteio mensal realizado pela loteria federal. Todos os consorciados com pagamento em dia, e que ainda não foram contemplados, concorrem conforme data da assembleia de cada grupo.

São ofertas de valor igual a uma parcela ou superior. O lance vencedor é o de maior percentual em relação ao valor do consórcio. Todo mês o consorciado pode fazer ofertar.
Veja abaixo os tipos de lances possíveis:

  • Lance com recursos próprios.
  • Lances com até 30% dos recursos do consórcio.
  • Lance com FGTS.
  • Qualquer combinação entre as opções acima.

Ao ofertar um lance, você pode optar por reduzir parcelas futuras ou o prazo do consórcio. As parcelas já antecipadas são somadas ao lance, aumentando suas chances de contemplação.

Após ser contemplado, o valor do crédito será liberado conforme comprovação de renda, análise do imóvel e vendedores (conforme procedimento de financiamento). Após avaliação dos critérios para liberação do recurso, o processo é finalizado com a emissão do contrato de alienação fiduciária. No caso, o valor do bem deve estar nas seguintes condições:

  • Valor do imóvel superior ao crédito: deve complementar o valor com recursos próprios ou com seu FGTS.
  • Valor do imóvel inferior ao crédito: poderá usar até 10% do seu crédito para pagar impostos (ITBI) e o registro do imóvel, ou reduzir prazo e parcelas futuras.
  • O crédito concedido não precisa ser utilizado no momento da contemplação. O valor ficará rendendo para ser usado quando você desejar.

Seu FGTS pode ser usado na compra do imóvel das seguintes formas:

  • Para ofertar um lance.
  • Para amortizar ou quitar o saldo devedor.
  • Pagar parte da prestação mensal.

01. Quem regulamenta o contrato do Consórcio CrediPronto?

Consórcio CrediPronto é feito de acordo com as normas estabelecidas pelo Banco Central, que é o regulador do sistema desde 1991, emitindo as autorizações de funcionamento e fiscalizando o setor.

02. Quais são as condições para participar do Consórcio CrediPronto?

Ser maior de 18 anos ou comprovadamente emancipado.

03. O que é uma cota?

A cota é um número destinado ao consorciado, que tem por finalidade identificá-lo no grupo, permitindo a participação nas assembleias. Cada consorciado (pessoa física e/ou jurídica) pode adquirir no máximo oito cotas.

04. Como posso adquirir uma cota do Consórcio?

O primeiro pagamento é considerado como a primeira parcela, pois não há taxa de adesão. Este pagamento garante a participação do consorciado na 1ª Assembleia Geral Ordinária.

05. O que significa o contrato de adesão?

O contrato de adesão é o termo de contratação do produto. É o contrato que tem a assinatura do consorciado para comprovar adesão e ciência de todas as características do produto.

06. Existe taxa de adesão?

Não, nos grupos atuais não é cobrada taxa de adesão.

07. Como são compostas as parcelas do consórcio?

A parcela é composta por:

  • Fundo comum: valor para o pagamento da carta de crédito.
  • Fundo de reserva: percentual calculado sobre o valor do crédito, destinado para pagamento de eventuais despesas com o grupo, como o seguro de quebra de garantia. Ao encerrar o grupo, se existir sobra de valores neste fundo, eles serão repartidos e devolvidos para os consorciados ativos.
  • Taxa de administração: percentual calculado sobre o valor do crédito, destinado à remuneração da administradora de consórcios. Essa taxa é diluída ao longo do parcelamento para não pesar no seu bolso.
  • Seguro de vida em grupo: benefício que permite a cobertura de morte ou invalidez permanente por acidente do consorciado. A alíquota incide sob o saldo devedor, assim as parcelas do consórcio decrescem até a próxima atualização da cota. Para contratar é preciso concordar com os termos na adesão.

08. Consórcio é uma dívida?

Não. O consórcio é uma das melhores formas de investimento, um planejamento para aumentar seu patrimônio. Quando você faz um consórcio, cria uma reserva para, no futuro, ter capital suficiente para realizar seus objetivos.

09. Existe algum seguro que compõe a parcela?

Sim. Você tem o seguro de vida em grupo, que dá direito à cobertura por morte ou invalidez permanente, caso sofra algum acidente e tenha optado por esse benefício.

10. Caso eu solicite a interrupção do pagamento, vou perder meu dinheiro?

Não. Se você tiver de interromper o pagamento das suas parcelas, existem três opções: transferir a titularidade da cota, renegociar as parcelas em atraso ou reduzir o valor da carta de crédito.

11. Como é calculado o percentual do lance?

O percentual é calculado sobre o valor da categoria, que é o resultado da soma entre o valor do crédito, taxa de administração e fundo de reserva.

12. Em que momento o lance dado deve ser pago?

Somente o lance vencedor deve ser pago. O cliente receberá um telegrama com o código do boleto para pagamento do lance, além do boleto anexo. Caso o pagamento esteja programado para débito em conta corrente, o valor será debitado no 1º dia útil após a contemplação. Se o pagamento não for feito, o lance vencedor será cancelado.

13. O que é lance embutido? Como posso dar um lance?

O lance embutido possibilita que você use até 30% da carta de crédito para ofertar como pagamento do lance. O crédito só será liberado e a carta de crédito descontada, se o percentual do lance dado for o vencedor.

14. Quando pode acontecer o faturamento em espécie?

Somente quando as parcelas estiverem quitadas, após 180 dias da data da contemplação, ou após a realização da última assembleia, caso o cliente não tenha utilizado esse crédito e não tenha saldo devedor.

15. Qual a idade limite para contratação do consórcio?

O cliente precisa ter até 80 anos no término do período do plano. No caso de um plano de 192 meses ele precisa ter até 64 anos. Para aderir ao consórcio com o seguro facultativo o cliente precisa ter até 70 anos no término do plano. No caso de um plano de 192 meses ele precisa ter até 54 anos.

16. Quais as garantias que o cliente deve apresentar, quando da retirada do bem?

A fim de garantir o pagamento de todas as parcelas, solicitaremos alienação fiduciária dos bens. O bem será liberado após o pagamento da última parcela, ou seja, quando o saldo total devedor for quitado.

17. Posso utilizar uma única carta de crédito para 2 imóveis?

Sim, pode usar para ambas as situações, dois imóveis na mesma cota ou duas cotas para um imóvel.

18. Qual a validade para utilização da carta de crédito?

Após a sua contemplação ele pode utilizar até o final do prazo do grupo, após essa data, o cliente que não utilizou o crédito recebe o valor em uma conta corrente que indicar.

19. Todos os incorporadores aceitam a carta?

Os grandes incorporadores como Even, Cyrela, Gafisa e Rossi aceitam a carta, mesmo sem que o imóvel tenha habite-se. As demais incorporadoras exigem o documento de habite-se.

20. É possível transferir a titularidade da cota?

Sim, é válida apenas para imóvel (após a contemplação existe uma tarifa de 1% do saldo devedor).

21. O consórcio é declarado no IR?

Sim, caso queira o formato para declaração, solicite a administradora do consórcio.

22. Podemos usar a carta de crédito para quitar um financiamento?

Sim. O valor do consórcio pode ser utilizado para quitação de um financiamento.

23. Como posso pagar a parcela pelo FGTS se não tenho o bem ainda?

Após a escolha do bem, o FGTS é liberado para quitação da parcela.

24. Após contemplação qual o reajuste das parcelas?

O reajuste é feito pelo INCC, independentemente da situação da cota (contemplada ou não).

25. Para comprovar renda é possível compor a renda com familiares?

Sim, é possível com o cônjuge ou devedor solidário.

26. Caso o grupo não tenha recurso para pagar a carta contemplada a CrediPronto garante o pagamento?

O pagamento é garantido pelos recursos do próprio grupo. No caso de inadimplência de algum consorciado, a seguradora aciona o seguro de quebra de garantia.

27. Se uma pessoa adere ao consórcio é possível somar o FGTS dela ao do cônjuge?

Sim, desde que enquadrados nos critérios da CEF e cônjuge como segunda compradora do imóvel.

28. Nos grupos em andamento como é feito o cálculo da primeira parcela?

O valor é dividido proporcionalmente nas próximas parcelas. É fundamental a verificação do valor nas tabelas.

29. O que são Assembléias?

São reuniões realizadas todos os meses em dia, hora e local, designados pela administradora, abertas a todos os consorciados em qualquer número, e tem por objetivo realizar as contemplações por sorteios e lances.


Assembléia de Constituição: É a primeira reunião do Grupo, visando, dentre outras definições, a confirmação da formação do Grupo e determinação das responsabilidades dos consorciados. Ela será realizada juntamente com a 1ª Assembléia Ordinária.

Assembléia Geral Ordinária: é a reunião mensal do grupo com propósito de divulgar os resultados do sorteio, apurar lances, realizar a contemplação e prestar informações gerais aos consorciados. É também conhecida por Assembléia de Contemplação.

30. O que é contemplação?

É o direito assegurado, se houver saldo suficiente, ao Consorciado de utilizar o crédito disponível para aquisição do bem. As contemplações ocorrem nas datas das Assembléias Gerais Ordinárias mensais em duas modalidades:

Sorteio: a cada cota é atribuída uma combinação única, com a qual o consorciado concorre de acordo com a extração do resultado do primeiro prêmio da Loteria Federal, no sábado anterior à realização da Assembléia Geral Ordinária.

Lance: através da oferta de no mínimo o valor de 1 prestação, convertido em percentual do preço da cota, que concorrerá com as demais ofertas dos outros participantes do grupo. A oferta de lance deverá ser efetuada até um dia antes da data de realização da assembléia de seu grupo ou pessoalmente no local de realização da Assembléia Geral Ordinária.

O consorciado com lance vencedor será informado pela administradora por telegrama ou por carta de contemplação no primeiro dia útil após a realização da assembléia. Você poderá ofertar o lance pela Central de Atendimento do Consórcio via telefone ou internet, pelo canal 30 horas Itaú dentro de um período de 24 horas antes da assembleia.

31. Quem pode ser contemplado?

Todos os consorciados em dia com seus pagamentos podem ser contemplados.

32. O que é Lance?

É a possibilidade do consorciado antecipar a retirada do bem, ofertando valores que concorrerão com os demais lances ofertados.

33. Quais as vantagens de ser contemplado por lance?

O Consorciado programa a época que deseja receber o bem, tem a oportunidade de quitar antecipadamente o percentual da sua dívida.

34. Se perder o lance, meu dinheiro fica retido?

O lance pode quitar seu saldo devedor abatendo as últimas parcelas ou diminuindo o valor de cada prestação.

35. Como é quitado o lance?

O lance pode quitar seu saldo devedor abatendo as últimas parcelas ou diminuindo o valor de cada.

36. Gostaria de alterar o vencimento das parcelas, isto é possível?

Os vencimentos das parcelas nos grupos de consórcio não podem ser alterados, pois são determinados para todas as cotas, e projetados para que aconteçam 4 dias úteis antes das assembleias (que possuem datas fixas). Assim, qualquer prorrogação no vencimento, implicaria em mudança para todos os participantes do grupo e também nas datas de assembleias a serem realizadas.

37. Quem é o consorciado Desistente?

É o consorciado que formaliza a desistência e afastamento do Grupo por meio de solicitação encaminhada à Administradora ou ligando para a Central de Atendimento Consórcio CrediPronto, desde que a cota não esteja contemplada

38. Posso solicitar o reembolso dos valores pagos em casos de desistência da cota de consórcio?

Se houve desistência do grupo de consórcio o reembolso dos valores pagos somente poderá ser solicitado 60 dias após a realização da última assembleia do grupo. É necessário aguardar esse prazo para solicitar a devolução. Caso já tenha ultrapassado, entre em contato com a Central de Atendimento para que seja analisado.

Atenção: Os valores a serem restituídos sofrerão deduções, conforme previsto em seu contrato.

39. Quem é o consorciado Excluído?

É o consorciado que deixa de cumprir as suas obrigações financeiras obrigando a Administradora, a excluí-lo do grupo, conforme determinação legal.

40. Preciso comparecer às Assembléias de Contemplação?

Não é obrigatória a presença do consorciado nas Assembléias de Contemplação, pois, em caso de contemplação, será comunicado por carta ou telegrama, no entanto, a presença do consorciado nas assembléias é sempre bem-vinda. O resultado das Assembléias é disponibilizado na Internet ou pela Central de Atendimento.

41. Quantos consorciados serão contemplados a cada assembléia?

Caso haja saldo suficiente no grupo, serão contempladas duas cotas por assembléia, sendo uma por sorteio e a outra por lance. Poderá haver mais contemplações por lance, se ainda houver saldo.

42. Posso pedir exclusão do sorteio?

Sim. O consorciado poderá solicitar a exclusão e o retorno à participação nos sorteios pela Central de Atendimento. A solicitação de inclusão não poderá ser feita a partir da data de extração da Loteria Federal (sábado) até o dia da data de realização da assembléia.

43. Para que serve meu código de acesso, que é solicitado no atendimento eletrônico? Onde eu identifico este número?

O código de acesso, disponível na Posição Informativa, deve ser utilizado para realização de alguns serviços em nosso atendimento eletrônico, tais como Ofertas de Lances, Exclusões de Participação nos Sorteios, entre outros. É uma senha que confirma a execução desses serviços.

44. Quais são os critérios para Contemplação?

Na contemplação por sorteio, cada consorciado possui números determinados (informados na Posição Informativa, no campo Números de Participação nos Sorteios) para a concorrência. Todos os consorciados concorrem com a mesma quantidade de números, garantindo a mesma probabilidade de contemplação.

A contemplação será dada à cota que possuir o número do resultado do primeiro prêmio da extração da Loteria Federal, do sábado anterior à realização da assembléia do grupo. Em situações em que a cota sorteada já estiver contemplada ou desabilitada, será contemplado o consorciado com número de cota superior ao da cota do consorciado premiado, se este também estiver contemplado ou desabilitado, será contemplado o consorciado com número de cota inferior ao da cota do consorciado premiado e assim sucessivamente, até que seja possível a contemplação.

45. Como ocorre o cancelamento da contemplação? Tenho que efetuar algum pagamento para isto?

A contemplação é cancelada quando o lance não é pago até a data do vencimento do boleto, ou quando o cliente nos solicita. Em ambas as situações, caso haja aumento no valor do bem de referência, entre a assembleia de contemplação e a assembleia em que efetivamos o cancelamento, a diferença deverá ser paga juntamente com a próxima parcela.

46. Posso fazer antecipação do pagamento das prestações?

Sim. A antecipação poderá ser efetuada até o dia do vencimento, e poderá ser computada da seguinte forma:

  • Abatida na ordem sequencial;
  • Abatida na ordem inversa;
  • Diluída nas parcelas a vencer, permitindo a redução no valor das parcelas.

Você pode obter o valor para antecipação das prestações e o boleto para pagamento pelos Serviços Online, ou pela Central de Atendimento.

É possível realizar a antecipação de seus pagamentos através de sua Posição Informativa (encaminhada mensalmente para o seu endereço preferencial de correspondência), preencha o campo “Outros Acréscimos” com o valor da antecipação. O valor antecipado será abatido no valor da contribuição do mês seguinte. Caso deseje que essa antecipação seja utilizada para abatimento em ordem inversa (reduzindo prazos), é necessário que contate a Central de Atendimento.

47. É possível quitar antecipadamente a cota?

Sim. No entanto, fique atento para o procedimento que é diferente nas situações de cota não contemplada e cota contemplada. Atenção:

  • Quitação de Cota não Contemplada:
    A quitação de cota não contemplada é caracterizada apenas como antecipação dos valores, pois haverá resíduo toda vez que o bem sofrer reajuste até o final do plano;
    Neste caso, a quitação antecipada não garante a contemplação e não será mais possível ofertar lance, devendo o consorciado aguardar a contemplação por sorteio.
    Se o objetivo do cliente for faturar o bem, a forma correta é através de contemplação por oferta de lance. Se o lance for vencedor o cliente poderá faturar o.
  • Quitação de Cota Contemplada:
    Se o pagamento for efetuado fora da data da assembleia, a cota estará sujeita a reajustes, caso haja aumento do bem de referência, conforme contrato de adesão.
    Nas duas situações de cota, você pode obter o valor para antecipação das prestações e o boleto para pagamento pelos Internet ou pela Central de atendimento.

48. Quando pode ocorrer o faturamento em espécie?

O faturamento em espécie somente ocorre mediante quitação das parcelas, e após 180 dias da data da contemplação ou após a realização da última assembleia, caso o consorciado não tenha utilizado o respectivo crédito e não tenha saldo devedor.

49. O que fazer caso eu não receba a cópia do contrato?

Solicite a cópia do contrato para a Central de Atendimento do Consórcio CrediPronto

50. Caso eu mude de endereço, como devo informar ao Consórcio?

É muito importante ter seus dados atualizados para que possamos manter contato permanente com você. O novo endereço e telefone poderão ser alterados pela Internet ou pela Central de Atendimento 30 horas Itaú.

51. Eu tenho acesso ao meu contrato pelo site? Quais são os serviços disponíveis na internet?

Sim. Após a Identificação positiva você terá acesso aos seguintes serviços: emissão de boleto de parcela, lance e contemplação por sorteio, atualização cadastral, resumo da cota e resumo financeiro da cota.

52. Por que está sendo cobrado um valor maior em meu boleto? Houve alguma mudança no valor de minha bem referência?

O aumento no valor das contribuições é referente ao aumento no valor do bem. O fato de emitirmos a Posição Informativa alguns dias antes do vencimento, possibilita a não atualização dos valores cobrados no vencimento da parcela. Quando isso ocorre, a diferença referente ao aumento no valor do bem é encaminhada com Diferença de Parcela no mês seguinte.

53. Quando se dá a liberação do imóvel que esta como garantia?

A liberação ocorre automaticamente após o pagamento da última prestação, ou seja, quando o saldo devedor for quitado e não existir diferenças de prestações.

54. Como poderá ser devolvido o valor que tenho por direito do Fundo de Reserva se não tenho conta corrente em meu nome?

Informamos que a devolução dos valores correspondentes ao rateio de Fundo de Reserva que não possuem conta corrente é efetuada através de Ordem de Pagamento.