7 de fevereiro de 2018 via Fernando Moreira

Vou me casar: passo a passo para a compra do primeiro imóvel

Compartilhe:

Não existe idade para concretizar o sonho da casa própria. Mesmo sem condições especiais vindas do governo ou das instituições financeiras, os jovens de 20 a 30 anos têm provado que é possível, sim, realizar o financiamento do primeiro imóvel.

Nesse caso, o planejamento financeiro se torna uma etapa indispensável, antes mesmo da compra do bem para aqueles que conseguem contratar um crédito imobiliário, pois são diversas as situações a serem consideradas para que a compra do imóvel não prejudique o orçamento mensal.

Nessas horas, é fundamental analisar vários detalhes antes de tomar qualquer tipo de atitude. Isso pode parecer simples, mas muitas pessoas não tomam cuidados que evitam problemas no futuro.

Continue acompanhando este post para entender melhor como fazer o seu planejamento!

 

Pense antes de contratar o financiamento imobiliário

Segundo especialistas do mercado imobiliário, os interessados em aderir a um financiamento imobiliário devem analisar condições como a perspectiva salarial, as condições do programa de financiamento, o prazo das prestações e a posição social em que se encontram e o atual cenário econômico.

Consultores financeiros sugerem que os compradores tenham uma reserva financeira, algo em torno de um terço do valor total do imóvel, para dar de entrada. Isso faz com que o valor das parcelas e, consequentemente, a quantidade de juros a pagar sejam menores.

Para que a aquisição do imóvel não aperte demais os compradores, é recomendado que o valor total das prestações não ultrapasse 25% da renda mensal. Se possível, também é aconselhável que o comprador separe 10% do salário para possíveis emergências. Dessa forma, o financiamento do imóvel não se torna um fardo no orçamento e você não fará sacrifícios em sua rotina.

Avalie todas as características do imóvel

Para a maioria das pessoas, a casa própria é considerada o maior bem de valor financeiro e emocional. Portanto, quando for investir na compra do seu imóvel, é interessante que você considere algumas características.

A primeira delas é a localização. Você pode ter se apaixonado pelo imóvel, mas o bairro deve oferecer uma infraestrutura básica para as suas necessidades, como supermercado e transporte público. Morar em um local que não conta com esses estabelecimentos é uma péssima ideia.

A segunda é sobre a sua projeção de vida. Como você se imagina daqui a oito anos? Pretende trabalhar na mesma carreira ou quer mudar de emprego? Planeja ter filhos? Procure pensar nessas variáveis na hora de escolher o imóvel, pois ele provavelmente fará parte da sua rotina por muitos anos.

A terceira, mas não menos importante, é a comprovação da legalização do imóvel. Você, como comprador, tem o direito de solicitar a verificação para confirmar se os registros do bem e as obrigações com o condomínio e com o poder público estão em dia.

Use o saldo do seu Fundo de Garantia

Uma boa oportunidade para quem trabalha com carteira assinada há, pelo menos, 3 anos — não necessariamente sob o mesmo empregador — é o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no financiamento do primeiro imóvel.

É possível utilizar todo o saldo disponível no fundo para dar como entrada. Dessa maneira, somando o FGTS às suas economias, o preço das parcelas pode diminuir bastante. Outro benefício dessa entrada mais robusta é a diminuição do prazo do financiamento, que pode ficar em torno dos 15 anos.

Formalize tudo no papel

A organização é uma característica fundamental de uma pessoa de sucesso, e não poderia ser diferente para fazer o financiamento do primeiro imóvel. Formalize toda a proposta, levando em consideração tudo o que foi combinado com o corretor, como o preço, o prazo, a forma de pagamento e os reajustes.

Não se esqueça de guardar esse contrato em um local seguro e sempre verifique-o quando surgir alguma dúvida.

Corte gastos desnecessários

Toda família tem as suas particularidades, não é mesmo? Entretanto, todas elas passam por dificuldades financeiras quando menos se espera. Nessas situações, é ideal estar preparado para superar os desafios e não colocar em risco o financiamento do seu primeiro imóvel.

Lembre-se, portanto, de eliminar despesas extras em seu orçamento e otimizar os gastos em sua vida. Não estamos falando para você se privar de tudo o que gosta, queremos apenas que você tenha disciplina na hora de realizar compras.

Tenha muito cuidado com o cartão de crédito e fuja dos juros abusivos ao atrasar o pagamento da fatura. Pense duas vezes se você realmente precisa fazer uma compra antes de efetuá-la.

Fique atento aos gastos gerados com a compra

Algumas pessoas acreditam que a assinatura do contrato é a última etapa da compra de um imóvel. Na verdade, existem várias outras questões, como reformas, compra de móveis, realização da escritura e o pagamento de impostos.

Por isso, reserve dinheiro para pagar essas despesas e não seja pego de surpresa.

Conheça as diferenças entre imóveis novos e usados

O mercado imobiliário passa por constantes transformações. Hoje em dia, existem várias opções para quem deseja encontrar a casa própria. Um imóvel usado é mais barato, mas pode não estar em boas condições de uso. Nessas situações, você terá que investir uma quantia em reformas e consertos.

Por isso, verifique bem as instalações elétricas e hidráulicas e veja como estão os pisos e telhados antes de efetuar uma compra.

Um imóvel novo ou até mesmo na planta é uma ótima opção para quem quer evitar esses problemas. Porém, ainda existe o risco de falência da construtora. Desse modo, faça uma pesquisa de mercado e descubra o histórico da empresa.

 

Procure ajuda especializada

Existem, de fato, várias questões a analisar na hora de comprar um imóvel. Muitas pessoas são leigas e não sabem verificar todas as situações. Se esse for o seu caso, procure um consultor imobiliário e peça ajuda. Faça questão de trabalhar com um profissional de confiança que vai ajudá-lo a encontrar o imóvel dos seus sonhos.

O financiamento do primeiro imóvel é um grande passo na vida de qualquer pessoa, especialmente por representar um investimento para o futuro. A busca pelo lugar que mais lhe agrada e que cabe no seu bolso deve ser consciente e com bastante planejamento. Afinal, você investirá no seu futuro lar.

Nesses casos, fique muito atento para analisar todos os fatores que podem influenciar o bem-estar de sua família e faça uma escolha adequada às suas necessidades.

E então, descobriu como planejar o financiamento do primeiro imóvel? Quer aprender ainda mais sobre o assunto? Agora, veja o nosso guia completo para conseguir o sonho da casa própria!

Compartilhe:

Inscreva-se na nossa Newsletter agora mesmo!

E-BOOK
Guia definitivo como atingir o sonho da casa propria
E-BOOK
Guia do Corretor: Segredos para aumentar a venda de imóveis
E-BOOK
Manual sobre o usuo do FGTS na compra do primeiro imóvel
E-BOOK
Guia das melhores práticas de relacionamento com clientes
FAÇA UMA SIMULAÇÃO DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO GRATUITAMENTE
Simular agora!

+20000 Contratos Emitidos

+7 Bilhões em Financiamento

+400 Parceiros

+50 Cidades em Atuação