credipronto-logo-blog

Vale a pena ser corretor de imóveis? Descubra!

Vale a pena ser corretor de imóveis? Veja prós e contras!

Confira essa matéria em áudio!

Será que vale a pena ser corretor de imóveis?

Como você sabe, toda profissão tem vantagens e desvantagens, e muito disso depende do perfil da pessoa. Por exemplo, a flexibilidade de horários dessa profissão pode ser interessante para alguns, mas um problema para outros. Desse modo, cabe a você ponderar se faz sentido ou não.

Para ajudar você, neste artigo trouxemos alguns pontos que indicam se vale a pena ser corretor de imóveis . Continue a leitura!

 

Corretor de imóveis: como funciona a profissão?

O corretor de imóveis é responsável por negociações de compra, venda ou locação de propriedades. Entre as funções desse profissional, estão:

  • verificar a documentação ;
  • agendar a visitação;
  • encontrar os imóveis;
  • avaliar o valor de imóveis;
  • orientar os clientes.

 

Embora possa atuar com todo tipo de propriedade, alguns corretores de imóveis preferem trabalhar em um segmento específico: imóveis rurais, empresariais, residenciais, entre outros. Para trabalhar na área, é necessário ter o conhecimento de várias áreas distintas, como vendas, marketing, negociação, jurídico, administração etc.

 

Mas, afinal, vale a pena ser corretor de imóveis ?

A seguir, apresentamos alguns motivos que tornam a profissão de corretor de imóveis bastante atraente. Confira!

 

Flexibilidade de horário e localização

Primeiramente, você é livre para organizar seus próprios horários. Se você fica com seus filhos pela manhã, por exemplo, é possível agendar seu trabalho para a tarde ou outro horário disponível sem prejudicar a sua produtividade.

Além disso, você pode trabalhar de onde quiser. Não precisa ter um escritório ou local fixo.

 

Retorno financeiro

Outro motivo pelo qual vale a pena ser corretor de imóveis é o potencial de retorno financeiro. Em vez de receber um valor fixo, o profissional recebe por comissão, ou seja, uma porcentagem do imóvel vendido. Segundo o Creci-SP , a comissão média é de 6%.

Utilizando a média, se você vender um imóvel de R$ 120.000, recebe R$ 7.200 apenas com uma propriedade. Se negociar mais de uma, o potencial de ganhos é ainda maior.

 

Networking

É uma profissão de contato direto com pessoas. Como você conhece gente nova o tempo todo, pode criar relacionamentos que rendem muito além de uma negociação.

 

Baixa barreira de entrada

Este é mais um motivo de por que vale a pena ser um corretor de imóveis : a barreira de entrada é baixa.

Ao contrário de outras profissões, que exigem mais de 5 anos de graduação (e depois ainda tem especialização), o corretor pode fazer um curso técnico de um ano e solicitar o Creci para trabalhar na área. Se quiser se especializar, existem graduações, mas não é um requisito. Contudo, vale lembrar que você precisa sempre estudar para se manter atualizado e ter sucesso na área.

 

Quais são as desvantagens de ser corretor de imóveis?

Assim como qualquer profissão, ser corretor de imóveis tem os seus prós e contras.

Primeiramente, tem a questão da volatilidade da renda. Você não recebe um valor fixo todo mês, então, pode ganhar muito em alguns e pouco em outros. Nesse caso, é essencial ter uma boa organização financeira .

Outra desvantagem é a questão de conseguir clientes. Como você está começando do zero e não tem indicação, precisará de um pouco mais de esforço para montar sua cartela de clientes inicial.

Por fim, a burocracia é um fator de desanimar alguns profissionais, pois a compra ou venda de um imóvel não depende somente da boa vontade do comprador ou vendedor, existem problemas relacionados à documentação, por exemplo. Além disso, é preciso lidar com a legislação, os contratos e os demais procedimentos.

Como se tornar corretor de imóveis?

Se você sentiu que vale a pena ser corretor de imóveis , vamos explicar como entrar na profissão. Confira:

Atenda aos requisitos iniciais 

Primeiramente, você precisa atender aos requisitos básicos para começar. São dois:

  1. ser maior de 18 anos;
  2. ter Ensino Médio completo.

 

Faça um curso na área

Em seguida, é necessário buscar algum curso na área. O mais recomendado é o de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI). Essa é uma formação de nível médio, com duração de 4 a 12 meses, e você pode fazer EaD ou presencial.

Nesse curso, você aprende comunicação, matemática financeira, legislação imobiliária, marketing, noções básicas de construção civil, entre outros.

Solicite seu Creci

Feito o curso, você pode buscar sua carteira do Creci.I. De início, é preciso solicitar a carteira de estagiário para você conseguir seu primeiro estágio (próximo passo). Após ter o relatório de estágio supervisionado, você pode apresentar os documentos e pedir a carteira definitiva.

Realize um estágio

Essa é uma das etapas mais importantes para entrar na profissão, além de ajudar a saber se realmente vale a pena ser corretor de imóveis . No estágio supervisionado, você terá contato com as funções na prática, além de aprender bastante com profissionais mais experientes.

Fazendo um bom trabalho, quem sabe você ainda não consegue alguma indicação?

Aprenda marketing e vendas

Entre todas as habilidades que o corretor de imóveis precisa, sem dúvidas, marketing e vendas são as principais.  Você precisa saber não apenas vender o imóvel como também seu trabalho. Por isso, não se limite somente ao conteúdo do seu curso. Estude também por meio de cursos complementares, livros, entre outros materiais.

Procure seus primeiros clientes

Após conseguir sua carteira definitiva, não demore muito tempo para buscar seus primeiros clientes. Quanto antes, melhor.

Algumas boas dicas são:

  • esteja presente nas redes sociais;
  • participe de eventos; 
  • divulgue seu trabalho para todos;
  • conte com portais imobiliários.

 

É melhor ser um corretor autônomo ou vinculado a uma imobiliária?

Cada uma das opções tem seus prós e contras. Trabalhando como autônomo, você é seu próprio chefe, portanto, recebe a comissão integral e pode trabalhar quando e onde quiser, além de criar suas próprias regras. Em contrapartida, não existe muita estabilidade e, a não ser que contrate alguém, é apenas você para tudo.

Quando você é vinculado a uma imobiliária , consegue ter maior estabilidade e, a depender do modelo de contração, contar amparos legais (FGTS, auxílio-doença, entre outros). Contudo, você receberá um valor fixo e precisará se adequar às condições da empresa.

Então, sentiu que vale a pena ser corretor de imóveis ? Ponha as nossas dicas em prática e entre na profissão!

Conheça a CrediPronto

A CrediPronto é uma instituição financeira especializada em financiamentos imobiliários presente em todo o Brasil.

Fomos criada pelo Banco Itaú com o intuito de oferecer aos brasileiros linhas de crédito imobiliário com as melhores condições do mercado – aproximando as pessoas do sonho da casa própria.

Assim, segurança, eficiência e baixas taxas de juros são as principais características dos nossos produtos financeiros: o financiamento imobiliário e o crédito com garantia de imóvel.

Faça a simulação do financiamento imobiliário com a CrediPronto agora mesmo .

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).