credipronto-logo-blog

Conheça os riscos de comprar imóvel direto com o proprietário

Algumas pessoas ficam animadas quando veem um anúncio imobiliário com um preço acessível — em alguns casos os valores podem ser até abaixo do  valor de mercado . Mas comprar imóveis direto com o proprietário pode ser um grande erro!

Adquirir uma propriedade exige do comprador experiência para poder identificar uma boa oportunidade. Essa não é a situação da maioria das pessoas, afinal, normalmente, o consumidor adquire um imóvel apenas uma vez e acaba não adquirindo conhecimento suficiente para identificar os riscos envolvidos.

Para ajudar você a entender a importância desse assunto, listamos alguns perigos desse tipo de negócio. Continue a leitura e confira!

 

O vendedor pode não ser o proprietário

O contrato de compra e venda não é um documento que transfere a propriedade, mas apenas a posse de um bem. Por isso, é importante que os compradores entendam as diferenças para não acabarem tendo prejuízos com alguma negociação de imóvel.

Para se tornar proprietário de um imóvel, é necessário  ter a escritura e fazer o registro   da matrícula. Esses são dois procedimentos diferentes, que envolvem custos de cartório. Por encarecer o bem, é comum que compradores queiram reduzir os ônus da compra, optando apenas pelo contrato de compra e venda. O que pode acontecer é o fato de a propriedade estar:

  • alienada;
  • ser objeto de disputa judicial;
  • fazer parte de inventário.

Todas essas situações trazem prejuízos aos compradores, que acabam se sentindo enganados.

 

 

Você pode pagar mais caro pelo imóvel

Outro risco de comprar imóvel diretamente com o proprietário é o de adquirir um bem por um preço acima do valor de mercado. Isso ocorre quando o comprador tem pressa em fechar o negócio, e acaba comprando no impulso e por achar que está fazendo um ótimo negócio.

O ideal é procurar uma imobiliária para entender qual é o preço do metro quadrado da região onde você deseja morar. Isso vai ajudar você a escolher a melhor opção de investimento, o que é de extrema importância para que o preço a ser pago seja um valor justo para ambas as partes.

 

Existe o risco de comprar um imóvel inadequado

“Comprar uma casa” é uma frase genérica, que ilustra como muitas pessoas adquirem imóveis sem questionar suas necessidades. Um dos fatores que devem ser avaliados é: o que o imóvel deve ter para ser ideal para a sua vida?

Nem sempre o bem comprado diretamente com proprietário poderá ser o ideal, pois essa aquisição pode ignorar esse tipo de análise. Nesse caso, o comprador considera o imóvel como uma commodity — e isso não é correto.

Já ao contar com o suporte de um corretor  ou de uma imobiliária , você terá acesso a um catálogo de imóveis, podendo refletir melhor antes de fechar o negócio.

 

Você pode ter problemas com o proprietário

Para que uma negociação dessas funcione, é importante que as partes confiem umas nas outras. Caso isso não ocorra, e uma delas acredite que está sendo lesada, a venda corre o risco de ser cancelada.

Problemas de comunicação ainda podem fazer com que discussões aconteçam, criando um ambiente de estresse, o que não é bom tanto para o comprador quanto para o vendedor.

 

 

Dificuldades com a documentação do bem

Na hora de comprar um imóvel, é preciso estar atento às questões relativas à documentação. A falta de algum documento pode trazer sérios problemas no futuro — por exemplo, pode causar a perda do imóvel ou, até mesmo, inviabilizar uma nova venda do bem.

A burocracia é tanta que pequenos detalhes devem ser minuciosamente analisados e, para quem não está acostumado, não é fácil identificar qual é a documentação indispensável. É essencial verificar todo o histórico do bem.

Por exemplo, se os proprietários atuais forem pessoas jurídicas, é necessário checar a existência de processos trabalhistas. Caso exista alguma ação judicial, com o passar do tempo, pode haver uma penhora do bem e resultar na perda do imóvel.

A documentação necessária na compra de um imóvel, se for feito um financiamento, é bem extensa. Nem todas as certidões e documentos são fáceis de conseguir. Por essa razão, é bom contar com a ajuda de profissionais do mercado imobiliário, que já sabem tudo o que é exigido por lei.

 

Existência de dívidas antigas

A existência de dívidas antigas também é um dos riscos que o comprador corre quando compra um imóvel sem uma assessoria apropriada. Algumas pessoas podem usar de má-fé e vender bens que estão com questões relativas a impostos e taxas em atraso. As dívidas podem ser tão altas que o comprador pode ter que arcar com os custos para não perder o seu investimento.

No momento em que existe a intervenção de uma assessoria imobiliária, é feita uma análise e, se houver algum valor de dívida, ele é descontado na hora de fazer o acerto final. Assim, o que ainda falta para ser pago fica ao encargo do comprador, pois ele já vai ter recebido um desconto no preço do bem.

 

Problemas com a manutenção do imóvel

A manutenção do bem, por vezes, pode se tornar um grande problema. Alguns consertos são visíveis e facilmente identificados, como problemas de pintura ou vidros quebrados. Outros problemas dificilmente são percebidos, pois a parte elétrica e hidráulica das casas fica dentro das paredes e, até mesmo, no chão.

Isso dificulta a visibilidade de canos quebrados ou entupidos, o que pode se tornar muito arriscado para os compradores. Quando o imóvel é vistoriado por profissionais da área, eles sabem por quais problemas procurar e solicitam que o reparo seja feito, antes mesmo de fechar a venda.

 

Ocorrência de golpes

Em todos os ramos existem pessoas mal-intencionadas e o segmento imobiliário, por girar altas quantias em dinheiro, é alvo desse tipo de indivíduos. Por essa razão, o cuidado deve ser redobrado na compra de imóveis direto com o proprietário. O comprador deve ficar atento aos seguintes fatores:

  • solicitação de depósitos antecipados;
  • documentação;
  • localização errada.

É preciso estar de olhos bem abertos para não perder dinheiro, tempo ou, até mesmo, precisar entrar na Justiça para reaver valores. Uma imobiliária que tem credibilidade é uma ótima opção para não entrar em uma negociação complicada.

Como vimos, comprar imóveis direto com o proprietário não é muito vantajoso. É verdade que muita gente recorre a essa prática, principalmente, para economizar com valores de taxas e impostos, mas isso transforma a compra em um investimento de alto risco.

Se você gostou das dicas e deseja se manter sempre bem informado sobre o mercado imobiliário, siga-nos nas redes sociais — Facebook e Instagram — e fique por dentro de todos os assuntos que permeiam o ramo imobiliário!

 

Conheça a CrediPronto

Há mais de 10 anos, a CrediPronto é uma empresa do Banco Itaú especialista em financiamento imobiliário. Estamos em todas as capitais do Brasil e já emitimos mais de 60.000 contratos.

Prezamos por um atendimento rápido, personalizado e prático. Tudo para você conseguir garantir o seu crédito e realizar o seu sonho logo.

  • Receba até 90% do valor do imóvel;
  • Pague em até 30 anos;
  • Receba sua análise de crédito em até 24 horas.

Faça a sua simulação agora e adquira o seu imóvel com o financiamento imobiliário da CrediPronto.

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).