credipronto-logo-blog

Prevenção de fraudes: como você e as empresas podem se defender?

Prevencao-de-frauder-como-voce-e-as-empresas-podem-se-defender

Autor convidado: Assertiva Blog

“Cuidado: novo golpe na praça” é um aviso comum que temos recebido nos últimos tempos, principalmente de amigos que compartilham alguma situação vivida por ele ou por terceiro. O alerta está certo: prevenção de fraudes é sempre a melhor solução.

A transformação das nossas vidas para uma atuação mais conectada e voltada para o digital emerge em total concomitância às ações de grupos especializados em aplicar golpes de diversos tipos. A intenção é quase sempre a mesma: obter vantagem, na maioria das vezes financeira.

Com base nessa explosão de possíveis golpes, neste artigo preparamos um conteúdo que aborda os principais tipos de contravenções virtuais e dicas essenciais para você não cair em golpes e prevenir-se contra fraudes na sua empresa .

Aprimore sua prevenção de fraudes: conheça os tipos de crimes

Nossas atividades cotidianas já estão quase todas ligadas a serviços online, e esse alcance do virtual em nossas vidas tem como consequência o surgimento de muitos tipos de fraudes .

Abaixo, listamos três bastante comuns — e você provavelmente deve ter conhecido alguém que passou por uma del as:

Empréstimos

Em momentos de dificuldades, muitos brasileiros recorrem a ajuda financeira de algum tipo de empréstimo com instituições financeiras. Os golpistas se aproveitam da pressa e necessidade das pessoas nesse momento de vulnerabilidade e fazem contratos falsos e cobranças sem cabimento.

ATENÇÃO: nenhuma instituição financeira pede dinheiro antecipado em qualquer tipo de empréstimo. Essas operações consistem em o banco pagar dinheiro para o solicitante e não o contrário.

Hoje, com a facilidade dos canais digitais, os golpistas podem criar com facilidade sites falsos e anunciar no Google Ads, o que faz com que pessoas acreditem na empresa falsa.

Essa é só uma das formas que as quadrilhas conseguem os dados das vítimas, abordando-as por mensagens ou ligações e conduzindo-as ao golpe. Fique atento: pesquise bem a empresa que está te abordando e recuse-se a pagar qualquer cobrança antecipada.

Cartão de crédito

O Brasil é um dos países que mais utiliza crédito no mundo, e boa parte dessas transações são feitas por meio de cartão de crédito. Tal contexto é palco montado para quadrilhas virtuais que clonam e utilizam robôs para realizar compras fraudulentas com cartões alheios.

Cadastro

Outra das formas mais comuns de fraudes online é aquela em que o criminoso se faz passar por outra pessoa, com o objetivo de contratar serviços em nome da vítima e, claro, jamais pagar. Esta forma é conhecida como fraude cadastral e tem as instituições financeiras (fornecedoras de empréstimo) como alvos.

E não são apenas as pessoas físicas que são lesadas com esses tipos de crimes — empresas também estão na mira dos fraudadores. Estes conseguem dados sigilosos de empresas (muitas vezes comprados na deep web) e fazem empréstimos com valores em seus nomes.

Marketing-pessoal-para-corretores

Dicas para evitar golpes no WhatsApp

Hoje em dia, com a utilização do WhastApp em massa, muitas pessoas acabam “caindo” em golpes por meio do aplicativo, fazendo desta situação a mais preocupante dentre as possibilidades de fraudes tendo pessoas físicas como vítimas — por isso abrimos uma seção especial neste texto só para falar sobre isso.

A imensa maioria dos golpes requerem ação por parte de quem usa o WhatsApp, por isso é bastante importante prestar atenção a tudo o que você recebe e envia por meio do app. E, para evitar os principais golpes, basta seguir algumas dicas bem simples:

Dica 1 — Não clique em links de pessoas que você não conheça

Muitos golpes requerem a instalação de malwares, ou seja, pequenos arquivos que desempenham alguma ação no dispositivo da vítima, sempre com o intuito de gerar vantagens para quem o criou e propagou. E a melhor maneira de espalhar esses malwares é por meio de links via WhatsApp.

Por isso, se você receber alguma mensagem de desconhecido pelo aplicativo e esta mensagem tiver um link, jamais clique nele. Desconfie sempre!

Dica 2 — Não revele a ninguém códigos recebidos por SMS

Outra forma bastante comum de aplicar golpes no WhatsApp é conseguindo acesso ao aplicativo da vítima por meio da solicitação indevida dos códigos de segurança de recuperação de conta enviados pela própria plataforma. A vítima, ao revelar o código, perde o controle de sua conta.

A partir daí, o criminoso envia mensagens a todos de sua lista de contatos pedindo favores, dinheiro e coisas afins. Ah, e isso pode acontecer também com golpes que visam outros aplicativos, mas sempre via solicitação de código SMS pelo WhatsApp. Ou seja: não revele jamais qualquer código que você receber!

Dica 3 — Se envolver dinheiro, confirme com parentes e amigos

Esta dica é, na verdade, uma extensão da Dica 2. Caso você receba mensagens de parentes e amigos pedindo dinheiro via transferência, pix e pagamento de boletos, desconfie. O ideal é confirmar com outros parentes e amigos se estão recebendo a mesma solicitação.

Outra ação importante é “enrolar” a conversa para identificar possíveis deslizes no diálogo. Lembre-se de que quem está do outro lado pode ser um golpista que está no comando da conta do seu amigo ou parente!

Dica 4 — Verifique o selo de autenticidade da conta

Uma outra boa dica é, no caso de interações com empresas, sempre verificar se a conta de WhatsApp com que você está conversando possui o selo de verificação de autenticidade. Se tiver, significa que a conta pertence mesmo à empresa e segue protocolos de segurança.

Se não tiver o selo, desconfie — principalmente se a conversa pender para insistências e solicitações estranhas. Olho aberto sempre!

Como as empresas também podem se defender

Já mostramos aqui que organizações também sofrem muito com os diversos tipos de fraude. Por movimentarem quantidades muito maiores de valores que pessoas físicas, podemos até pensar que as empresas são as grandes vítimas dos golpistas — e também as preferidas deles.

A solução está na tecnologia e na implantação de um bom sistema antifraude que ajudará sua empresa a se proteger de ataques e, principalmente, se prevenir e não criar oportunidades para os criminosos.

Uma das soluções que mais tem gerado benefícios em termos de segurança e agilidade é a biometria facial . Com este tipo de sistema, a empresa se previne contra as principais formas de fraudes cadastrais e, de quebra, ainda agiliza o onboarding de seus clientes.

Outras maneiras de se prevenir contra fraudes é utilizar métodos de análise da situação do cliente que está solicitando um serviço ou cadastro — principalmente no caso de empresas da área de finanças, como corretoras e bancos digitais.

Nesse sentido, investir na utilização de um bom sistema de consulta de crédito pode ser uma ótima opção para sua empresa passar a se proteger melhor contra fraudes desse tipo.

No fim das contas, investir em tecnologia de prevenção de fraudes (e sempre mantê-la atualizada) é uma estratégia de retorno garantido, pois evita perdas e “blinda” sua empresa contra a ação de criminosos. Não hesite — proteja você e sua empresa!

E lembre-se: a prevenção de fraudes precisa ser algo comunitário. Quanto mais gente informada, menos fraudes. Por isso, que tal compartilhar este post nas suas redes sociais?

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).