22 de agosto de 2017 via Caio Alfano Carra

Por que você precisa de educação financeira já?

Compartinhe:

Como anda a sua educação financeira? Mesmo às voltas com frequentes períodos de instabilidade econômica, os brasileiros ainda estão abaixo da média quando se trata de conhecer as próprias finanças.

Tal realidade se reflete diretamente no bolso da população, cada vez mais envolta em dívidas e focada apenas em amenizar seus problemas a curto prazo.

Acompanhe nosso post e entenda por que é tão importante planejar e investir na sua educação financeira!

Rever hábitos de consumo

Infelizmente, o hábito da poupança não é cultivado como deveria no Brasil. Como a mentalidade é predominantemente consumista, poucas pessoas buscam garantir sua independência financeira. Quando a conta estoura, a primeira atitude é sempre a de tentar ganhar mais, em vez de rever os hábitos de consumo.

Ao se preocupar com a educação financeira, mesmo que, em um primeiro momento, seja preciso fazer algumas concessões para equilibrar as contas, você se torna capaz de planejar seu futuro.

Definir objetivos de curto, médio e longo prazo

Uma das lições mais importantes de educação financeira é a de que você precisa definir e colocar no papel seus sonhos e objetivos. Pense no que gostaria de realizar no curto (até um ano), médio (entre um e dez anos) e longo prazo (mais de dez anos).

Uma vez que esses objetivos estejam bem definidos, é possível apurar o quanto custa para viabilizá-los. Assim, você terá condições de saber o que é necessário poupar para realizar seus sonhos, dando maior sentido e prazer ao hábito de economizar.

Adaptar seu padrão de vida

Se você costuma gastar tudo o que recebe, é bem provável que sejam constantes as preocupações quanto ao desemprego e ao aumento do custo de vida. Viver um degrau abaixo, ou seja, acostumar-se a contar com menos do que ganha, é uma prática importante para o seu equilíbrio financeiro.

Quando você consegue viver com uma folga no orçamento, as preocupações são menores e, consequentemente, a qualidade de vida é bem melhor. Além disso, é possível planejar o futuro sem ter que abrir mão do hábitos que cabem dentro de seu padrão de vida.

Mitigar as dívidas de forma estratégica

Sair das dívidas é fundamental para que qualquer planejamento seja bem-sucedido. A educação financeira vai ajudar você a não contrair novas dívidas, mas o que fazer em relação aos compromissos já assumidos? É preciso encarar as contas de forma estratégica para não perder dinheiro.

O melhor caminho é atacar primeiro as dívidas mais altas. Uma ressalva digna de nota está nos casos em que podem ocorrer punições, como no financiamento imobiliário, quando o atraso das parcelas pode culminar na perda do imóvel. Uma estratégia interessante pode ser a substituição de uma dívida mais alta por outra mais barata, com juros menores.

Diversificar os investimentos

À medida que você estuda mais sobre finanças, fica evidente o impacto dos juros compostos em suas economias, tanto em relação às dívidas quanto no tocante aos investimentos. Logo, deixar o dinheiro parado na poupança não é, nem de longe, a melhor opção.

Procure não colocar todos os seus ovos em uma única cesta, ou seja, diversifique suas aplicações. Para quem está começando, os fundos de investimento, em que um administrador é o responsável por direcionar os recursos, podem ser uma boa pedida. O ideal, contudo, é que você aprimore seus conhecimentos e tome nas mãos as rédeas de sua vida financeira.

O investimento na educação financeira trará uma série de benefícios para você. Experimente a tranquilidade de uma vida equilibrada e realize seus sonhos e projetos, para isso, planeje seu futuro desde já e assegure a manutenção de seu padrão de vida, mesmo diante dos imprevistos.

E você, está animado para começar? Que tal fazer uma organização a dois? Então, confira como fazer um bom planejamento financeiro de casais e mãos à obra!

Compartinhe:

Inscreva-se na nossa Newsletter agora mesmo!

E-BOOK
Guia definitivo como atingir o sonho da casa propria
E-BOOK
Guia do Corretor: Segredos para auentar a venda de imóveis
E-BOOK
Manual sobre o usuo do FGTS na compra do primeiro imóvel
E-BOOK
Guia das melhores práticas de relacionamento com clientes
FAÇA UMA SIMULAÇÃO DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO GRATUITAMENTE
Simular agora!

Deixe uma resposta

'

+20000 Contratos Emitidos

+7 Bilhões em Financiamento

+400 Parceiros

+50 Cidades em Atuação