Educação Financeira

Orçamento doméstico: passo a passo para montar o seu!

Organizar o orçamento doméstico é o 1º passo para ter uma vida financeira saudável. Além disso, com um orçamento doméstico bem planejado, é possível realizar o sonho daquela viagem de férias, trocar de carro ou, até mesmo, comprar a casa própria.

Neste post, você vai ver um passo a passo para montar o seu orçamento doméstico e começar ainda hoje a planejar o seu futuro financeiro.

Conheça as suas finanças

Anote toda a movimentação de recursos para saber o quanto de dinheiro entra e o quanto sai da sua conta todos os meses. Para isso, você pode usar uma planilha eletrônica ou um software de gestão financeira, que vai ajudar na organização e consulta de seus dados.

Não se esqueça de levar em consideração a renda de todos os familiares que contribuem com o orçamento doméstico e peça para eles que também anotem todos os gastos, independentemente do valor.

Compreenda os seus gastos

Entender o tipo dos gastos vai ajudar a dominar o seu orçamento doméstico, já que é possível fazer adaptações e até mesmo cortes. Os valores despendidos com aluguel, com condomínio e com alimentação, por exemplo, dificilmente podem ser evitados.

Sendo assim, é importante a ficar atento a gastos como a conta de luz. Apesar de serem considerados fixos, eles podem variar de valor e serem revistos. Pense em trocar as lâmpadas comuns por de LED, que consomem bem menos energia elétrica.

Corte gastos supérfluos

Depois de identificar todas as entradas e as saídas de dinheiro do seu planejamento financeiro, procure os gastos supérfluos, isto é, aqueles que podem ser cortados, já que não contribuem de forma essencial para a sua vida.

Gastos como idas a restaurantes e ao cinema podem ser substituídos por refeições em casa e filmes na televisão. Lembre-se de que, antes de comprar qualquer coisa que não seja essencial para a sua vida, é preciso refletir se você realmente precisa daquilo.

Defina metas

Criar metas é uma boa saída para economizar. No começo, elas podem ser menores — como guardar 10% do seu salário todos os meses para as férias do final do ano.

Com o passar do tempo, você pode envolver toda a família e ter metas mais ambiciosas e que exigirão a participação de todos em sua casa. No entanto, é preciso ter cuidado para não definir metas impossíveis, já que isso pode minar o planejamento e causar frustração.

Crie um cronograma, apresente para os seus familiares e mostre a evolução e como cada um tem contribuído para o sucesso do projeto.

Envolva a sua família

Como você já percebeu, envolver a família é muito importante para o orçamento doméstico. Sendo assim, diga a todos que é preciso ter uma compreensão em relação aos pequenos sacrifícios e que eles serão compensadas com uma vida financeira saudável.

Que tal pedir, por exemplo, a ajuda das crianças para pesquisar na internet o preço daquilo que você precisa? Elas podem buscar os valores, comparar as diferentes alternativas e encontrar o melhor negócio.

Para organizar um orçamento doméstico, é preciso conhecer as finanças de forma detalhada, compreender a diferença entre os tipos de gastos e cortar aqueles que são supérfluos. Além disso, é importante definir metas e contar com a ajuda dos familiares.

E você o que tem feito para economizar e realizar seus sonhos? Deixe um comentário e compartilhe as suas dicas com os nosso demais leitores!

 

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.