Mercado Imobiliário

Chega ao fim a alta de preços no mercado imobiliário?

Mercado imobiliário nos últimos anos

O aumento do valor dos imóveis subiu consideravelmente nos últimos anos, e essa é uma pergunta que os consumidores fazem quando se dispõe a compra da casa própria. Mas afinal, por que ocorreu esse aumento de forma tão inesperada? O aumento dos preços acompanhou de certa forma o custo da construção civil no Brasil que só vem crescendo nos últimos 40 anos, isto devido a diversos fatores econômicos, e que mesmo diante de toda a tecnologia, ainda não conseguimos conter esta alta. Para entender o tamanho dos nossos gastos, veja essa comparação:

Tempo de construção do m² Brasil x EUA

Enquanto no Brasil dois funcionários constroem 17 metros quadrados por dia no sistema de alvenaria, nos Estados Unidos uma dupla de operários levanta de 40 a 50 metros quadrados por dia com material pré-moldado. Isso reduz dramaticamente o tempo de execução. Fonte: http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1025/noticias/agora-vem-a-parte-mais-dificil

Sem dúvidas o custo da construção civil é um grande influente no valor dos imóveis no Brasil.

Elevação dos preços dos imóveis no Brasil

Além disso, em um período de 10 anos, alguns imóveis chegaram a aumentar até 190%, e justamente este aumento pode ter deixado alguns com “a pulga atrás da orelha”, se questionando inclusive se estávamos vivendo uma bolha imobiliária. A famosa bolha, que escutamos falar por ai, nada mais é do que o aumento dos preços de imóveis que sobem muito acima da inflação. Mas afinal, esse é o nosso problema para termos esse aumento? A resposta é NÃO.

Ainda não vivemos uma bolha imobiliária no Brasil. A principal característica de uma bolha imobiliária é o aumento descomunal de preço dos imóveis e da tendência de alta da economia. Como já foi citado, este foi um aumento fora da curva sim, mas que se tratava de algo que iria acontecer, a alta dos preços foi proporcional ao aumento da massa salarial da população. Além do custo da construção civil, também a renda e a economia do momento favoreceram este crescimento. Outro fator que colaborou para este aumento rápido dos valores foi o crescimento da oferta de crédito imobiliário (2011 até 2013).

Expectativas dos preços dos imóveis para os próximos anos

Porém o cenário atual é diferente. Tanto é que neste ano de 2015, um relatório em conjunto da FIPE e ZAP mostraram que de janeiro a julho houve uma queda real de 5% no valor do imóvel, e esta tendência também será para 2016. Diante do aumento de desemprego, junto a uma diminuição do crédito imobiliário, os preços serão corrigidos agora.

Com isso os preços da venda tendem a diminuir consideravelmente, o consumidor esta alerta, vendo a economia parada tende a querer negociar mais. Os proprietários temendo a perda de valor e investimentos estão buscando colocar os imóveis para locação que apesar da queda também do valor de aluguel, esta sendo uma solução para evitar “sair perdendo”. Para Eduardo Zylberstajn, economista da Fipe, a esperança é que a crise passe sem que seja necessário se desfazer do imóvel por um preço abaixo do planejado.

 

E você ? O que acha dos preços dos imóveis para os próximos anos ? Eles vão subir? Vão cair? ou vão manter o mesmo patamar ? Deixe seu comentário aqui

 

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Faça uma simulação e financie até 82%