credipronto-logo-blog

Negociar imóvel: guia completo para ter bons argumentos de negociação

Ouça esse conteúdo.

No momento de comprar um imóvel, é preciso refletir sobre vários aspectos antes de negociar imóvel. Os compradores podem criar expectativas sobre as condições dele, a localização e os preços e até começar a sonhar com a casa própria. Mas saiba que, para assinar um contrato, é necessário ser realista e fazer um bom planejamento financeiro.

O negociante precisa entender várias questões relacionadas ao imóvel e ao mercado imobiliário para fazer um negócio satisfatório. Isso vai além de imaginar como os espaços da casa serão preenchidos e de averiguar as suas estruturas físicas. O conhecimento sobre outros aspectos ajuda a negociar o preço e as condições de pagamento.

Por outro lado, o interessado deve tomar alguns cuidados ao negociar imóveis para evitar arrependimentos. Neste guia completo, vamos fornecer dicas sobre qual é a hora certa de comprar um imóvel e por que é um investimento que vale muito a pena. Aqui, você vai descobrir como fazer excelentes negócios e criar argumentos interessantes para conduzir a negociação.

Gostaria de compreender o que deve ser levado em consideração e quais são os erros comuns a serem evitados ao negociar? Siga em frente!

 

Quando comprar um imóvel?

A hora certa de fazer a compra de um imóvel vai depender dos objetivos do comprador e da situação do mercado imobiliário. Existem épocas em que os preços dos imóveis caem, as taxas de juros dos financiamentos diminuem e a oferta de crédito imobiliário aumenta para o público. Normalmente, surgem excelentes oportunidades em períodos de crise econômica.

Verifique se existem incentivos do governo para a aquisição de imóveis, pois é comum que isso aconteça em momentos complicados da economia. Você vai verificar que as propostas dos bancos estão mais vantajosas e que as exigências em relação ao preço das parcelas diminuem. No final do ano, geralmente os preços se tornam mais atrativos.

Enquanto as outras pessoas estão envolvidas com as festas, você poderá pesquisar as oportunidades e ainda utilizar o décimo terceiro para dar uma boa entrada. Na atualidade, o mercado imobiliário está em pleno crescimento e existem ótimas opções para os interessados em fazer investimentos nessa área. A taxa básica de juros continua baixa para facilitar esse tipo de aquisição.

 

Por que vale a pena?

Vale a pena comprar imóveis porque esse é um tipo de investimento sólido, ou seja, é pouco provável que uma casa, apartamento ou sala comercial sofra desvalorização no decorrer do tempo em situações políticas e econômicas normais. Esses bens valorizam muito ano após ano e ainda podem gerar rendimentos mensais para os proprietários. Aproveite a sua capacidade financeira para expandir o seu patrimônio.

Caso o seu objetivo seja a moradia, terá a vantagem de sair do aluguel e poderá parcelar o pagamento por meio de um financiamento imobiliário . Existem instituições que oferecem ótimas condições de parcelamento para os seus clientes. Já se estiver disposto a obter renda, basta alugar o imóvel por meio de um contrato de locação.

 

Qual a importância de bons argumentos para negociar imóvel?

 

É muito importante saber negociar para comprar um imóvel. Algumas táticas auxiliam a agir com inteligência e diplomacia para fechar bons contratos, visto que apenas usar a intuição não é suficiente para ser bem-sucedido. As estratégias e as técnicas são relevantes para obter bons resultados nos negócios. Veja a seguir as melhores dicas sobre o assunto!

 

Pesquise outros imóveis da região

Para ter sucesso na tarefa de encontrar o imóvel para a sua família, faça uma pesquisa na região do seu interesse e visite vários imóveis que estejam à venda. Utilize as suas habilidades de comunicação para conversar com o corretor ou proprietário do bem e anote a sua impressão sobre os pontos negativos e positivos de cada unidade.

 

Realize uma vistoria completa

A falta de conhecimento sobre o imóvel pode atrapalhar a negociação entre o comprador e o vendedor. Por esse motivo, faça uma vistoria completa e verifique a reputação e a credibilidade da imobiliária. Seja minucioso para identificar a existência de defeitos no bem, os quais ajudam a diminuir o seu preço, já que a necessidade de reformas gera custos.

Confira se há problemas de umidade, vazamento em canos, garagem pequena, luminosidade deficiente, falta de proteção e outros requisitos que considera relevantes. Observe os detalhes da pintura, o funcionamento dos vasos sanitários e das torneiras, a manutenção dos azulejos e dos pisos, os interruptores e as tomadas etc. Pergunte a data da construção do imóvel e averigue a conservação.

 

Faça uma contraproposta

Os vendedores sabem que dificilmente conseguirão vender um imóvel pelo preço anunciado. Geralmente, é colocado um valor a mais para que o comprador negocie e peça um valor menor sem prejudicar o proprietário. Faça uma contraproposta e espere a outra parte analisar os detalhes para decidir se é possível oferecer um desconto.

Fundamente seus argumentos com dados concretos, explicando os motivos pelos quais está solicitando a redução do preço. Busque informações sobre a existência de problemas na região, por exemplo poucos acessos e trânsito, falta de iluminação, questões estruturais, falta de estabelecimentos comerciais, perfil dos moradores, enchentes, índices de criminalidade, entre outros pontos.

 

Analise a documentação

Solicite a documentação do imóvel para ter certeza de que está tudo em dia. Caso contrário, poderá encontrar dificuldades no momento de transferir a propriedade do bem. Se perceber a existência de pendências, fale com o atual proprietário ou com o corretor para que elas sejam solucionadas ou negocie para receber descontos.

Olhe com calma a matrícula do imóvel para saber quem são os atuais proprietários e para verificar se existe uma hipoteca ou penhora registrada nesse documento . Entre em contato com a Prefeitura Municipal onde o bem está localizado e pergunte se o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) sempre foi pago e como garantia solicite uma certidão negativa.

No caso de estar fazendo a compra de um apartamento, confira se existem débitos em atraso referentes às despesas condominiais. Peça ainda certidões negativas em nome dos vendedores para se certificar de que eles não estão respondendo a processos judiciais que poderão comprometer a aquisição do imóvel. Os documentos são disponibilizados no site da Justiça Estadual, Federal e Trabalhista.

 

Observe as formas de pagamento

Reflita sobre as opções de negociação ofertadas pelo vendedor, assim como as formas de pagamento disponíveis. Afinal, você tem a oportunidade de avaliar múltiplas propostas antes de inserir a sua assinatura em um contrato. Analise o leque de possibilidades à sua disposição e não dependa de uma única oferta para comprar o imóvel próprio.

 

Descubra há quanto tempo o imóvel está à venda

Questione sobre o tempo decorrido após o imóvel ter sido colocado à venda pelo proprietário. Se já se passaram muitos meses desde o primeiro anúncio, tente descobrir a causa que esteja levando outros compradores à desistência do negócio. Ao perceber que o vendedor tem urgência em efetuar a venda, verifique os motivos.

 

Como negociar um imóvel?

Talvez você já tenha negociado um imóvel ou pode ser que essa seja a sua primeira negociação. Se estiver diante de várias ofertas que parecem muito boas, saiba que negociar pode ser uma tarefa um tanto complicada para os iniciantes. Por essa razão, estamos disponibilizando algumas práticas que vão ajudar a sair satisfeito de um negócio!

 

Compreenda os motivos da venda

O primeiro passo a ser dado é entender os motivos que o proprietário tem para vender um imóvel. Essa informação poderá ser usada a seu favor, principalmente se o dono do bem precisa do dinheiro para resolver um problema ou sanar uma dificuldade. Quem está ansioso para fechar a venda se mostra mais aberto para conceder descontos.

 

Verifique a infraestrutura da região

Circule nas proximidades do imóvel para ver quem serão os seus vizinhos, como eles se comportam e o que existe nos arredores. Observe como é o movimento durante o dia e à noite tendo em vista que locais muito movimentados em horários noturnos perdem valor. Confirme se há paradas de ônibus por perto, posto de saúde, escolas, academias, farmácias etc.

 

Ofereça o pagamento à vista

Os imóveis escriturados, ainda que sejam financiados, permitem que o seu proprietário receba o preço à vista. Se você não tiver o valor integral para efetuar o pagamento, procure uma instituição financeira que esteja disposta a financiar imóvel . O argumento de que o vendedor receberá o valor assim que o contrato estiver assinado ajuda a obter descontos significativos.

 

Saiba encerrar a negociação

Caso o vendedor não aceite a sua contraproposta e se mantenha firme em sua decisão, talvez seja a hora de encerrar a negociação. Avalie os preços do mercado, o imóvel e a sua situação financeira. Você pode pedir algumas horas para dar a resposta ao proprietário, contudo não o pressione demais ou ele poderá vender o bem para outro interessado.

 

O que levar em consideração?

Há vários aspectos que devem ser considerados durante um processo de negociação. O diálogo é fundamental para facilitar a aquisição do imóvel próprio, a flexibilidade para se relacionar de forma positiva, o estabelecimento de metas e os planejamentos familiares. Observe abaixo os principais pontos a serem levados em consideração!

 

Preço do imóvel

O preço do imóvel é extremamente importante para iniciar uma jornada de compra. O valor é fixado pelo vendedor, e o comprador precisa averiguar se tem possibilidade financeira, fazer planejamentos ou buscar vantagens do financiamento imobiliário . Um empréstimo imobiliário pode demorar anos para ser quitado, mas se trata de uma opção para sair do aluguel.

 

Flexibilidade para a ocupação

Esse é um fator que precisa ser analisado pelo comprador caso o vendedor aceite a proposta para fechar o negócio. Combine antecipadamente a data para a ocupação do imóvel, que deverá estar desocupado na data acertada. Veja se esse ponto pode gerar um abatimento no preço do bem. O proprietário pode precisar de um tempo para sair da residência.

Ocorre que muitos compradores estão pagando aluguel, e a data do contrato de locação pode não ser a mesma da ocupação. Isso tende a gerar transtornos, necessidade de renovar a locação ou de se mudar para um lugar provisório. Ao fazer duas mudanças, você terá custos que poderão ser abatidos no preço, afinal o dono do imóvel deve considerar esses detalhes.

 

Necessidade de reforma

Algumas residências são perfeitas do lado de fora por estarem na rua desejada, o valor do condomínio ser em conta, a vizinhança combinar com o seu perfil etc. Entretanto, o lado de dentro da casa ou apartamento pode não estar em perfeitas condições de uso. Diante disso, será preciso fazer uma reforma estrutural ou estética para morar nela.

 

Opções de lazer

As famílias que procuram opções de lazer precisam analisar o que o condomínio oferece e as alternativas da região. Muitas edificações contam com salão de festas, churrasqueiras, piscinas, academias, saunas, brinquedotecas, salas de cinema e espaços para o relaxamento. Leve em consideração esses fatores para solicitar um desconto no preço.

 

Segurança

A segurança é um aspecto que valoriza bastante um imóvel. O comprador poderá analisar a existência de elevadores ágeis, arame farpado ou cerca elétrica, portão com fechamento eletrônico, grades, fechaduras, portaria, câmeras de vigilância, porteiro 24 horas, alarmes e outros itens que diminuem as possibilidades de assalto ou roubo na edificação.

 

Quais erros evitar?

Talvez você já tenha uma quantia reservada para efetuar a compra do seu imóvel. No entanto, precisa conhecer algumas falhas que deverão ser evitadas para que a empolgação não se transforme em frustração no decorrer do tempo. Confira adiante os erros que serão evitados com um pouco de atenção e de cuidados!

 

Deixar de ler o contrato

A maioria das pessoas não gosta de fazer a leitura dos contratos que são compostos por muitas páginas e uma série de palavras difíceis de compreender. Por isso, apenas verificam alguns pontos e fazem de conta que entenderam o conteúdo inteiro, mas isso é um equívoco que pode levar a problemas no futuro.

 

Não conferir a documentação

A análise da documentação é uma das fases mais importantes do processo de compra e venda de um imóvel. Embora pareça complicado fazer a conferência, ela é fundamental para ter certeza da veracidade das informações repassadas pelo vendedor. Examine com cuidado a documentação ou peça o auxílio de um profissional especializado.

 

Esquecer-se de vistoriar o imóvel

Não conheça o imóvel apenas por meio da tecnologia, das fotografias recebidas ou de um tour virtual. As imagens se aproximam da realidade, mas elas não substituem a vistoria que deve ser pessoal. Os recursos virtuais são úteis para selecionar os imóveis que devem ser avaliados de perto. Então, primeiramente faça uma visita para depois fechar o acordo.

Este é o guia completo para ter bons argumentos na hora de negociar imóvel! Não se esqueça de fazer uma reflexão profunda acerca das suas finanças e de começar a controlar os seus gastos mensais. Tente descobrir quando vale a pena fazer um crédito imobiliário  e se tem chances de fazer negócios satisfatórios.

 

Conheça a CrediPronto

Há mais de 10 anos, a CrediPronto é uma empresa do Banco Itaú especialista em financiamento imobiliário. Estamos em todas as capitais do Brasil e já emitimos mais de 60.000 contratos.

Prezamos por um atendimento rápido, personalizado e prático. Tudo para você conseguir garantir o seu crédito e realizar o seu sonho logo.

  • Receba até 90% do valor do imóvel;
  • Pague em até 30 anos;
  • Receba sua análise de crédito em até 24 horas.

Faça a sua simulação agora e adquira o seu imóvel com o financiamento imobiliário da CrediPronto.

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).