Corretores de Imóveis

Conheça os 12 mandamentos da corretagem de imóveis

A corretagem de imóveis não é para qualquer um. A profissão exige alta qualificação, amplo conhecimento do mercado e uma série de habilidades relacionadas a negociações e ações de vendas.

E não é só isso! Você sabia que o corretor de imóveis tem os seus próprios mandamentos? Muitos profissionais da área não têm conhecimento deles, mas, se soubessem, poderiam ter mais sucesso nas vendas.

Para resolver isso, listamos abaixo os 12 principais mandamentos da corretagem de imóveis que você precisa seguir. Acompanhe!

1. Conheça o que está vendendo

Se você entrar em uma negociação sem saber o que está vendendo, terá dificuldades em passar as informações mais importantes ao cliente. Por sua vez, ele perceberá a sua insegurança e ficará desconfiado. O resultado pode ser uma oportunidade de venda perdida.

Por outro lado, dedicar-se a compreender bem o que vende facilita e gera melhores negociações, fazendo com que o cliente confie em você. Para isso, busque informações técnicas sobre o imóvel, condições do mercado e cenário econômico para surpreender o comprador.

prazo de entrega do imóvel

2. Seja um consultor

A maioria dos vendedores só pensa em vender e bater a meta, mas o cliente não se importa com isso. Então, se você demonstrar esse tipo de comportamento, ele desistirá da negociação.

O consumidor busca um profissional em quem possa confiar, que ouça e entenda as suas necessidades, desejos e problemas e oriente a fazer o melhor negócio, deixando os interesses pessoais da comissão em segundo plano. Faça isso e construirá um vínculo emocional com os clientes, fidelizando-os.

 

3. Tenha bom senso

Não infernize a vida do cliente se ele demonstrar interesse na compra de algum imóvel e não der a resposta de imediato. Entenda que essa é uma aquisição que envolve alto investimento, e ele precisará de um tempo para pensar e analisar cautelosamente se vale a pena ou não.

Veja algumas dicas de bom senso:

  • não ligar toda hora;
  • não ligar em dias e horários impróprios, como aos domingos pela manhã;
  • não oferecer imóveis que não se enquadrem no perfil do cliente;
  • não deixar o cliente falar, interrompendo a todo instante;
  • não utilizar a mesma ideia de argumentação várias vezes;
  • não insistir demais.

4. Não minta

Muitas pessoas enxergam os vendedores como oportunistas loucos para venderem o que querem e dispostos a mentir para conseguirem isso. Você não pode reforçar essa imagem. Então, nunca invente e/ou oculte informações só para favorecer uma venda.

Caso o cliente descubra — e isso acontece logo —, todo o seu esforço como profissional vai por água abaixo, podendo levar à perda da sua licença de corretor de imóveis.

5. Saiba ouvir

Esse mandamento da corretagem de imóveis está diretamente ligado a outro: o “Seja um consultor”. Quando você deixa o cliente expressar seus anseios, desejos e outras emoções, recebe informações preciosas para guiá-lo na compra do que precisa e, assim, atender todas as suas necessidades adequadamente.

No caminho, você ganha a confiança dele e passa a ser visto como um consultor pessoal, gerando boas impressões e experiências ao comprador, que retribuirá com boas indicações de você a amigos, conhecidos e familiares.

6. Tenha foco

Quando estiver em uma negociação, evite dispersões e mantenha o foco na comunicação. Ninguém gosta de conversar com alguém que parece não estar presente, busca fugas constantes da situação ou demonstra outras preocupações. Isso gera um grande desconforto e cria uma imagem ruim, tanto para você como para a corretora de imóveis que representa.

7. Aprenda a negociar

Vender imóveis realmente não é uma tarefa fácil. As objeções apresentadas pelo cliente fazem com que o vendedor tenha que se virar para encontrar bons argumentos e converter a venda. A boa notícia é que é possível utilizar essas objeções a seu favor. Isso tem a ver com saber negociar.

O mais importante é não confrontar o comprador e oferecer soluções para cada problema que ele apontar. Por exemplo, se ele disser que a localização do imóvel é longe do trabalho, dá para reverter a situação argumentando que a propriedade está em um bairro muito valorizado, seguro, de fácil acesso para qualquer região e assim por diante.

8. Mantenha o orçamento em dia

De nada adianta estar por dentro do mercado imobiliário e oferecer um atendimento de primeira se, no final das contas, o corretor for uma pessoa sem foco e desorganizada. A disciplina é fundamental para manter os processos em dia, controlar o orçamento e estar sempre ciente de tudo que entra e sai dos cofres. Isso vai permitir analisar melhor a margem de lucro e corrigir os pontos fracos do negócio.

9. Faça uma especialização

Não basta ter uma a certificação exigida no mercado de corretagem de imóveis. Também é essencial avançar nos estudos e manter-se atualizado frente às novas exigências de um cenário que está em constante mudança. Sempre que for possível, invista em cursos de especialização e capacitação na sua área, alargando as possibilidades de atuação e mantendo-se competitivo no mercado.

10. Seja parceiro da imobiliária

A burocracia e a demora para fechar uma transação de compra são empecilhos que muitas vezes fazem o cliente desistir da compra. Nesse sentido, a parceria imobiliária ajuda bastante, pois otimiza os processos jurídicos e burocráticos para que a clientela realize o sonho da casa própria o mais rápido possível.

Isso sem falar que, sendo parceiro de uma imobiliária reconhecida no ramo, o corretor terá mais tempo livre para se dedicar às vendas e captações, já que os todos os trâmites envolvidos na compra ficarão por conta de setores específicos da empresa. O resultado? Muito mais produtividade e eficiência na sua rotina de trabalho.

11. Invista no seu networking

Essa dica está diretamente relacionada ao tópico sobre investir em especializações. Afinal, para manter-se no mesmo patamar de seus concorrentes diretos, é preciso estar atualizado e ciente dos novos processos de venda, os quais se alteraram muito nos últimos anos por conta dos avanços tecnológicos.

Nesse sentido, investir na sua própria capacitação permite que você estreite os laços com demais trabalhadores do ramo, o que pode até culminar em novos projetos e parcerias. Frequentar cursos, palestras, workshops e demais eventos do setor imobiliário é uma ótima maneira de impulsionar essa rede de contatos.

 

12. Seja corajoso

Não seja apenas mais um no mercado. Para se destacar diante da concorrência, é preciso apresentar diferenciais que nem sempre são livres de riscos. Porém, ter coragem para arriscar é importante porque demonstra o potencial do corretor em um cenário ultra competitivo.

Não estamos falando de dar passos maiores do que as pernas, e sim de enxergar adiante e largar na frente em busca das melhores oportunidades de venda. Investir no marketing pessoal, ter um bom perfil profissional nas redes e elaborar um site diferenciado são algumas maneiras de alargar os horizontes e chamar a atenção de novos públicos. Pense nisso!

Esses não são os únicos mandamentos da corretagem de imóveis, mas são os principais. Fique atento a eles e seja um profissional do mais alto nível.

Aproveite e assine nossa newsletter para ficar por dentro das melhores tendências do setor imobiliário!

 

 

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.