Entenda por que e como investir na sua empresa com o home equity

como-investir-na sua-empresa-com-o-home-equity

como investir na sua empresa com o home equity?

Uma das questões que precisam ser pensadas com estratégia são os tipos de investimento disponíveis no mercado financeiro e quais são aqueles que podem ser realizados na sua empresa. Optar entre um ou outro é uma questão de perfil empresarial, compatibilidade com a proposta do negócio e estratégia no empreendedorismo.

Nesse contexto, o home equity é uma das opções de investimento disponíveis no mercado financeiro. Muito comum em países da Europa e nos Estados Unidos, tem sido uma das alternativas mais escolhidas. Por ser mais seguro para as instituições financeiras, a oferta de crédito costuma ser maior e mais facilitada, com opções de investimentos e juros bem mais vantajosos.

Vamos compreender melhor esse tema nos próximos parágrafos, em que explicaremos com mais detalhes o que é o home equity, como ele funciona, por que é viável escolher essa modalidade de investimento, como ter acesso a ele e quais os cuidados que devem ser tomados em relação à estratégia. Confira, a seguir!

O que é o home equity?

Mais detidamente, o home equity é uma modalidade de investimento e que, na tradução literal do inglês para o português, significa empréstimo com imóvel em garantia. Para adquirir essa modalidade, é necessário oferecer uma propriedade como segurança na quitação da dívida.

É um tipo de empréstimo com garantia que permite à instituição financeira apresentar juros mais baixos e oferecer o pagamento em um prazo maior — considerando que, em razão dessa segurança, os riscos com não pagamento/inadimplência são mais baixos.

Assim, durante a experiência de empréstimo, a instituição se torna proprietária do imóvel até que seja realizado o pagamento integral da dívida contraída, quando ocorre, de fato, a transferência da propriedade para a instituição financeira com a qual se contrata. É um processo que se chama, juridicamente, de alienação fiduciária.

Como ele funciona?

Com destacado no tópico anterior, o investimento por meio do uso do home equity funciona a partir da transferência da propriedade de um imóvel seu para a instituição financeira. Em contrapartida, libera-se a quantia financeira contratada, geralmente, em parcela única, integral.

Sobre o valor financeiro disponibilizado, incide uma porcentagem de juros, prevista contratualmente. A cada mês, paga-se uma parcela referente a esse empréstimo. Ao final do pagamento de todas as parcelas, atinge-se a quitação da dívida e o encerramento da relação contratual.

No entanto, na situação em que não há o adimplemento de todas as parcelas e as dívidas são acumuladas, haverá o pagamento de juros sobre juros. Provavelmente, então, o uso do bem imóvel oferecido como meio de pagamento do montante contratado.

guia-completo-para-quem-deseja-investir-em-imoveis

Por que é viável escolher o home equity?

O home equity tem o perfil de ser um investimento mais viável em razão das características que detém. Os juros cobrados nesse perfil de investimento são menores, pois há uma segurança maior na garantia oferecida como pagamento do empréstimo: o imóvel.

Além disso, o período exigido para pagamento integral da dívida contraída, geralmente, é maior, o que possibilita diluir as prestações em valores menores e que cabem no bolso. Todas essas questões fazem com que o home equity seja um dos empréstimos mais viáveis e atrativos atualmente.

Como ter acesso ao home equity e quais são os critérios para aprovação?

O acesso ao home equity se dá por meio da contratação desse serviço no mercado financeiro. Diversas instituições, principalmente as bancárias, são capazes de fornecer esse tipo de empréstimo.

A contratação de home equity tem quatro etapas. A primeira é a da simulação . Nesse momento, são coletados os dados pessoais do cliente e algumas informações principais sobre o imóvel que será utilizado como garantia para o empréstimo.

O contratante também necessita informar o valor que quer tomar como crédito e as condições para parcelamento e amortização, de acordo com o seu perfil. Assim, o cliente entra para o banco de dados da instituição.

Em seguida, é o momento de a equipe de vendas entrar em contato com o cliente para conversar, explicar a proposta de empréstimo e todos os seus detalhes. Aqui, é possível se esclarecer a respeito de todas as dúvidas sobre a contratação, além de checar se o tipo de empréstimo escolhido é a melhor opção dentre as demais disponíveis.

Após as duas primeiras etapas, segue-se para o cadastro e a documentação, com o objetivo de consultar as modalidades e possibilidades de créditos disponíveis e regulamentar a relação contratual. Às vezes, é necessário realizar o preenchimento de uma ficha cadastral para manutenção no banco de dados.

Parte-se, em seguida, para a avaliação do imóvel e a análise jurídica do bem. É nessa etapa que se verifica se a propriedade tem a condição de ser oferecida como garantia. Ao final, realiza-se a assinatura do contrato, com a indicação das parcelas a serem pagas e dos juros incidentes sobre o empréstimo, disponibilizando-se integralmente o capital contratado.

Quais são os cuidados que devem ser tomados em relação à estratégia?

Com relação à aquisição do empréstimo na modalidade home equity, é necessário tomar alguns cuidados, considerando que o valor adquirido tem a finalidade de suprir as necessidades financeiras da empresa. É preciso estar atento, principalmente, ao seu planejamento orçamentário e quais são as consequências do não adimplemento das parcelas pactuadas.

Essas duas questões são centrais e funcionam concomitantemente. É necessário assegurar, ao mesmo tempo, que haja um planejamento orçamentário que dê conta de quitar todas as parcelas contratadas a título de empréstimo e, ao mesmo tempo, uma previsão do que ocorrerá no caso de elas não serem pagas.

Neste post, você viu as informações centrais sobre o home equity, como ter acesso e os critérios de aprovação e por que é viável escolher essa opção de empréstimo. A partir desse conhecimento, é possível realizar escolhas de investimentos mais inteligentes, com consciência, planejamento e capacidade de gestão.

Gostou do artigo? Tem interesse nessa modalidade de crédito e deseja obter mais informações sobre as possibilidades de obter um empréstimo desse tipo? Então, entre em contato conosco e conheça mais sobre o nosso trabalho!


A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).