credipronto-logo-blog

Saiba como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda

como-declarar-imovel-financiado-no-imposto-de-renda

Se você contratou um crédito imobiliário recentemente, saiba que é fundamental entender como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda . Afinal, é possível que você esteja incluso nos critérios que a Receita Federal define.

Desde o momento em que você paga a entrada e as parcelas do financiamento imobiliário, o imóvel passa a fazer parte do seu patrimônio, portanto, também é necessário declará-lo para a Receita Federal.

Neste artigo, explicaremos o passo a passo de como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda e indicaremos os três erros que podem ser evitados. Continue a leitura!

É necessário declarar imóveis no Imposto de Renda 2023 ?

Depende . Primeiro, você precisa saber se está dentro do grupo com obrigatoriedade de declarar o Imposto de Renda , que seriam pessoas com:

  • renda anual (salário e demais fontes de renda) superior a R$ 28.559,70;
  • rendimentos isentos cuja soma ultrapassou R$ 40.000,00;
  • ganho de capital em venda de bens ou direitos, como a alienação de imóveis, carros, motos ou joias e operações na Bolsa de Valores ;
  • venda ou compra de imóveis com valor superior a R$ 300.000,00 até o último dia do ano; e
  • produtores rurais com renda de até R$ 142.798,50 por ano.

 

Se você se encaixa em ao menos um desses critérios da Receita Federal e financiou um imóvel, é importante aprender como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda .

Do contrário, você estará sujeito a multas e outras penalidades da Fisco, uma autoridade fazendária que controla os pagamentos de impostos em todas as esferas tributárias no país.

Como declarar o imóvel financiado no Imposto de Renda em 2023?

O processo de declaração do imóvel financiado é bem simples. Confira o passo a passo:

  1. Acesse a sua conta no Portal e-CAC
  2. Clique na aba de “Bens e Direitos” no menu à esquerda
  3. Informe o código do imóvel
  4. 11 – apartamento
  5. 12 – casa
  6. 13 – terreno
  7. Em “Discriminação”, insira todos os dados sobre o imóvel, como a localização e o IPTU;
  8. Entre as informações, terá o campo da forma de aquisição, onde você deverá informar o financiamento;
  9. Ademais, informe:
  10. o valor pago pelo Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) ;
  11. o saldo do FGTS solicitado para pagar o imóvel; e
  12. os custos com o cartório.

Importante : uma observação essencial de como declarar o imóvel financiado no Imposto de Renda é que você precisa somar o valor das prestações pagas no ano em questão às quantias pagas anteriormente.

Por exemplo, vamos supor que você pagou 12 parcelas de R$ 2.000 em 2022, sendo que você pagou R$ 30.000 de entrada, mais 7 prestações de R$ 2.000 em 2021. Você colocará o valor de R$ 24.000 (saldo pago no ano) mais R$ 44.000 (saldo pago anteriormente), totalizando R$ 68.000.

Por sua vez, no próximo ano, você colocará R$ 68.000 somado ao valor das prestações pagas durante aqueles 12 meses, e assim por diante, seguindo até o fim do financiamento imobiliário .

Declaração do Imposto de Renda para quem utilizou o FGTS na compra de imóvel: como funciona?

Para quem utilizou o FGTS na entrada ou na amortização do financiamento imobiliário , existe uma pequena diferença em como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda .

Primeiro, você precisa informar a realização do saque do FGTS para declarar a origem do dinheiro. Para isso, é preciso:

 

  1. Acessar a aba “Rendimentos Isentos e não Tributáveis”
  2. Informar o valor sacado do FGTS no menu à esquerda
  3. Selecionar “Tipo do Rendimento”
  4. Clicar no código 04 — Indenizações por rescisão de contrato de trabalho
  5. Escolher o beneficiário (pode ser você, titular, ou algum dependente)
  6. Informar o nome e CNPJ do pagador (Caixa Econômica Federal | CNPJ 00.360.305/0001-04)
  7. Inserir o valor total do saque
  8. Concluir o processo e clicar em “OK”

 

3 erros que podem ser evitados ao declarar o imóvel financiado

Alguns erros são bem comuns na hora de declarar o imóvel financiado no Imposto de Renda . Confira os principais:

1. Selecione a aba correta

Como o financiamento também é uma dívida, algumas pessoas confundem e selecionam a aba “Dívidas e Ônus Reais”. Contudo, a categoria está errada, já que você também está adquirindo um bem enquanto paga as parcelas.

Nesse caso, a aba correta é “Bens e Direitos”. Você só deve preencher a aba de “Dívidas e Ônus Reais” se tiver algum empréstimo sem garantia, como o consignado.

Caso tenha utilizado o FGTS, a aba de “Rendimentos Isentos e não Tributáveis” também deve ser preenchida.

2. Não corrija para o valor de mercado

Outro erro bem comum ao declarar imóvel financiado no Imposto de Renda é atualizar o valor do imóvel considerando a valorização do mercado. Por exemplo, se o imóvel valia R$ 120.000 e agora vale R$ 140.000, você continua declarando o valor inicial.

No caso do financiamento, a quantia a ser declarada deve ser a soma de todos os valores declarados anteriormente com o somatório das prestações pagas no ano anterior, como indicamos acima.

3. Reformas também são declaradas

Se você reformou o imóvel no último ano, ela também precisa ser declarada na aba de “Bens e Direitos”.

Para declarar, será preciso somar o valor gasto com todas as benfeitorias realizadas no imóvel. Por isso, é importante guardar todas as notas fiscais e todos os recibos.

Com a declaração das reformas, elas passam a compor o custo de aquisição do imóvel , de modo que o ganho de capital seja menor em uma venda futura e, consequentemente, você pague menos imposto sobre a venda.

 

Como declarar imóvel financiado por duas pessoas ?

Se você tem dúvidas sobre como declarar imóvel financiado com cônjuge , saiba que a forma é basicamente a mesma. No caso, como o bem é do casal, só é necessário uma das partes declarar.

Para quem não for declarar, basta abrir a ficha de “Bens e Direitos”, marcar “Código 99 – Outros” e colocar R$ 00,00. No final, em “Discriminação”, você informa que as propriedades foram declaradas pelo cônjuge.

Para quem for declarar, basta seguir os passos que mencionamos anteriormente.

Outra opção é cada um declarar referente à parte que pagou. Por exemplo, se uma pessoa do casal pagou 30% das parcelas e a outra quitou 70% das parcelas até então, eles podem declarar separadamente, seguindo os mesmos passos da declaração individual.

Conheça a CrediPronto

A CrediPronto é uma instituição financeira especializada em financiamento imobiliário.

Criada pelo tradicional Banco Itaú há mais de 10 anos, nós já emitimos mais de 60 mil contratos por todos os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal.

Tudo isso de forma 100% digital e sempre oferecendo as melhores taxas do mercado, sem nunca abrir mão da segurança e da transparência.

Para mais informações sobre as nossas condições, faça agora mesmo a simulação do seu financiamento imobiliário conosco .

Gostou deste artigo sobre como declarar o imóvel financiado no Imposto de Renda ? Então, confira também:

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).