Afinal, agora é a hora de investir em imóveis? Entenda!

afinal-agora-e-a-hora-de-investir-em-imoveis

Sem tempo para ler? Ouça esse conteúdo clicando no player abaixo!

Investir em imóveis é um tema que divide opiniões, principalmente, em momentos de instabilidade econômica. Afinal, é natural que as pessoas queiram proteger seu patrimônio e se resguardar de eventuais riscos.

No entanto, qualquer que seja o contexto, esse tipo de investimento é bastante sadio e inteligente, desde que o investidor esteja por dentro do mercado imobiliário e, de preferência, bem assessorado por uma empresa de confiança. Se você está se perguntando se essa é a melhor hora para investir em imóveis, já adiantamos a resposta: sim!

O atual cenário econômico é favorável para a compra, pois os períodos de crise afetam significativamente os valores. Além da queda nos preços, as condições de pagamento também estão facilitadas, a exemplo do financiamento de imóveis a juros baixíssimos e dos prazos maiores para a quitação.

Neste post, explicamos as principais vantagens desse cenário para você se convencer de vez de que vale a pena o investimento. Continue a leitura e tome sua decisão de forma consciente!

Baixa taxa de juros

Os especialistas no mercado imobiliário são unânimes nessa questão. Todos eles apontam a taxa de juros como o maior atrativo para investir em imóveis em períodos de crise . Esse cenário fica ainda mais atraente se considerarmos as quedas da SELIC, que deixam os rendimentos em aplicações e poupanças pouco significativos.

Embora a poupança ainda seja o investimento mais popular no Brasil, os investidores bem-sucedidos sabem que essa não é a melhor alternativa para aplicar seu dinheiro. O mercado imobiliário, por sua vez, garante a expansão do patrimônio e a consequente valorização da propriedade ao longo do tempo, o que por si só já é muito mais vantajoso.

Segurança no investimento (Imóveis)

Há um velho ditado que diz: quem compra terra, não erra! De fato, a segurança no investimento é um dos principais fatores que impulsionam a aquisição de imóveis. Afinal, estamos falando de um bem durável que estará em seu nome. Os benefícios vão além da estabilidade garantida, incluindo possibilidades de ganhos extras com a valorização do local.

Mesmo que você não pretenda revender a propriedade no futuro, o simples fato de ter um aluguel garantido significa uma renda extra todo mês, a qual pode potencializar a sua aposentadoria, por exemplo. Isso representa enorme segurança em termos de investimento em longo prazo , pois, mesmo que a economia sofra abalos bruscos, você sempre terá a posse do imóvel em mãos.

Maior poder de negociação

Investir em imóveis em períodos turbulentos é interessante porque permite negociar propriedades valiosas por um preço muito mais atraente. O custo-benefício é garantido, já que um comprador bem entendido sobre o mercado sabe que um bom imóvel tem seu valor.

Então, embora em alguns casos os preços elevados se justifiquem, a crise possibilita negociá-los com mais facilidade. Até porque, quem precisa vender com certa urgência, tende a aceitar preços menores para resolver de imediato uma necessidade.

Sem falar que, quando o período de instabilidade passar e as pessoas voltarem a se interessar pela compra, a propriedade adquirida anteriormente já terá um valor de mercado mais elevado, tendo em vista o aumento da procura. Em resumo, é justamente essa a lógica do investidor — comprar uma casa ou apartamento por menos e vender por mais.

Proteção contra a inflação

A inflação é um dos grandes vilões dos investidores. Esse índice mensura o quanto o dinheiro investido perdeu valor em certo período, podendo afetar uma série de aplicações. Isso não acontece no caso do investimento em imóveis, tendo em vista alguns indicadores do mercado imobiliário , como o Índice Nacional da Construção Civil (INCC).

Esse indicador influencia o reajuste do aluguel, por exemplo. Desse modo, mesmo que a inflação esteja em alta, o investidor se livra do risco de ter seu imóvel desvalorizado. Nesse sentido, podemos dizer que os aluguéis devidamente corrigidos representam rentabilidade relacionada à inflação registrada — mesmo que de maneira indireta.

Facilidade de pagamento

Esse aspecto tem tudo a ver com o que falamos acima, sobre poder de negociação e queda abrupta de preços. Com o cenário adverso, é natural que as condições de pagamento também fiquem facilitadas, a exemplo dos financiamentos imobiliários a juros baixos e com excelentes prazos para quitação.

Além disso, nos últimos anos, o setor da construção civil demonstrou intensa produtividade. Porém, com a descapitalização advinda dos momentos de crise, restaram ótimos imóveis a preços irresistíveis no mercado. Então, as empresas estão dispostas a negociar, sobretudo, se você pode oferecer uma quantia considerável à vista .

Potencial de valorização

Imóveis estão entre os bens com o maior potencial de valorização do mercado. Isso pode ser explicado por diversos aspectos, como o fato de a demanda por moradia ser algo constante na sociedade. Ou seja, sempre haverá alguém interessado em alugar ou comprar uma propriedade, mesmo em períodos economicamente instáveis.

Além disso, a tendência é que o bem vá agregando ainda mais valor ao longo do tempo, considerando-se o desenvolvimento da região do imóvel. Inclusive, essa é uma das principais estratégias de quem investe em imóveis.

O comprador adquire uma propriedade mais barata em um bairro novo, por exemplo, mas com excelente potencial de valorização no futuro. Alguns anos depois, com o desenvolvimento da infraestrutura do local, o imóvel poderá ser revendido por um preço bem mais elevado.

Alguns fatores que influenciam essa equação estão relacionados à abertura de comércios, shoppings centers, escolas, universidades, entre outros atributos que agregam valor ao bairro, assim como a implantação de áreas verdes e de lazer.

As vantagens que citamos neste post são indiscutíveis. Porém, para ter certeza da rentabilidade da transação, o investidor precisa estar muito atento a alguns requisitos antes de fazer a compra. O primeiro passo é analisar as tendências do mercado e avaliar o seu orçamento, priorizando as ofertas com melhor custo-benefício.

Também é importante contar com uma consultoria especializada para encontrar as melhores condições de aquisição e diversificar seus investimentos com rapidez, praticidade e segurança.

Nós podemos ajudar você a investir em imóveis. Fale conosco , queremos ouvir o que você tem a dizer!

A CrediPronto é uma empresa intermediadora de financiamento imobiliário que foi criada pelo Itaú. Ao financiar com a CrediPronto você tem consultoria gratuita com profissionais especialistas, que vão acompanhar seu processo de perto do começo ao fim e te ajudar no que for necessário, além de outras vantagens.

Na CrediPronto, a taxa de juros padrão é a partir de 10,49% ao ano + TR. ________

O financiamento imobiliário CrediPronto é exclusivamente com o banco Itaú.

Você pode quitar o seu imóvel em até 35 anos (420 meses). Podendo também quitar antes.

Você pode financiar até 90% do valor do imóvel.

Tem o sonho da casa própria?

Financie até 90% do imóvel com taxa a partir de 10,49% ao ano+TR, podendo pagar em até 420 meses (35 anos).