Conteúdo em áudio Corretores de Imóveis

Guia definitivo para corretores iniciantes!

Ouça essa matéria!

Escolhida a profissão de corretor de imóveis, é hora de pensar como ser um dos grandes nomes do mercado e ter muito êxito na nova carreira.  Com as altas somas envolvidas nas vendas de imóveis, muitas pessoas se aventuram na missão de intermediar negócios imobiliários. No entanto, poucas realmente se firmam e chegam a consolidar uma carreira. Isso, claro, pelos mais variados motivos. Entre eles, a falta de preparação e a ausência de clareza sobre o que realmente é a profissão.

Preparamos esse guia, para te ajudar a enxergar os aspectos da vida profissional do corretor de imóveis. Ler o guia por inteiro, e aprender mais sobre o trabalho que você escolheu, vai fazê-lo melhor preparado para sair a campo e realizar suas conquistas.

Preparação: o que é preciso para você começar

Corretores de imóveis iniciantes precisam estudar. Isso mesmo, essa é a primeira atitude a tomar para destacar-se em um dos mercados mais competitivos da atualidade, o imobiliário. Conhecimento é autoridade, adquiri-lo fará você seguro e beneficiará suas vendas.

Os documentos necessários para ser um corretor de imóveis

Obter registro junto ao CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) é prerrogativa para ser, realmente, um corretor de imóveis. Há duas maneiras do profissional do mercado imobiliário conseguir essa certificação:

  • já possuir graduação tecnológica em Ciências Imobiliárias/Gestão de Negócios;
  • ter concluído o curso Técnico em Transações Imobiliárias (EAD ou presencial).

Com uma dessas certificações, o próximo passo é solicitar o registro junto ao Conselho.

A documentação para iniciar seu processo de registro, inclui:

  • requerimento de inscrição principal;
  • original e cópia simples do diploma de Curso Superior de Ciências Imobiliárias/Gestão de Negócios Imobiliários ou do diploma de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI);
  • RG;
  • CPF;
  • título de eleitor;
  • comprovante de quitação com o serviço militar — para homens de até 45 anos;
  • certidão de estado civil.

Tudo certo, documentos entregues, é hora de esperar. A análise do processo de inscrição — que vai do protocolo do requerimento à entrega da carteira profissional — demora cerca de 30 dias.

Devidamente registrado e de posse do universo de conhecimentos aprendidos no curso que te habilitou a conseguir o CRECI, você já será um verdadeiro corretor de imóveis e poderá iniciar seus negócios.

Mas, não pense que os estudos param aí. Todo profissional precisa se manter atualizado. Por isso, vá além: esteja sempre um passo a frente da concorrência, investindo constantemente em novos cursos, workshops, enfim, tudo que for capaz de lhe agregar conhecimentos na sua área.

Os conhecimentos necessários para ser um corretor

Apresentação Pessoal

Faça uma boa gestão do seu visual, afinal, ele deve passar uma excelente impressão ao cliente. Sobriedade e bom gosto ao vestir-se se traduzirão em confiabilidade. Jamais atenda alguém com aparência desleixada. Odores fortes, como o do cigarro ou de algum perfume marcante, podem atrapalhar — e muito — seu contato com o cliente.

Tecnologias e suas utilidades

Crie canais de comunicação on-line. Primeiro, seu e-mail, lembrando que ele deve passar a impressão de seriedade. Depois, dê uma olhada nas redes sociais e veja como usá-las para ganhar visibilidade no mercado.

Ética e profissionalismo

Você deve pautar sua carreira nesses dois valores. Ao intermediar transações, estará envolvido com pessoas, suas expectativas e anseios. Focar em resultados é necessário, afinal, muita coisa depende dos seus ganhos. Porém, ter sempre em mente que somente são válidos os resultados alcançados com ética e profissionalismo é fundamental para o corretor de imóveis consolidar-se com boa reputação no mercado.

Atendimento: boas práticas de atendimento ao cliente

Cordialidade e boa vontade, aliadas aos seus conhecimentos sobre o mercado imobiliário e acerca dos produtos com os quais trabalhará, servirão como bases para que seus clientes sintam-se muito bem atendidos. Para ir mais longe e ser lembrado como um profissional acima da média, adotar algumas condutas pode fazer toda diferença:

  • ouça seu cliente: identifique suas necessidades de compra, perceba seu perfil;
  • preste todas as informações solicitas, sempre de maneira cortês e educada;
  • perceba — e respeite — cada etapa do atendimento.

Cada item da lista acima merece toda a sua atenção.  Atingir excelência no atendimento ao cliente requer paciência e, creia, um bocado de técnica.

Para maximizar seu desempenho em todo o processo da venda, é importante saber que ele se divide em:

  • lead: o primeiro contato, quando o futuro cliente chega até você;
  • prospect: momento de oferecer seus produtos ao interessado na compra de um imóvel.
  • cliente: fechamento do contrato e efetuação da venda — você ganhou um cliente.

Identificar cada fase da venda é muito importante. Para tal, é interessante que o corretor de imóveis registre cada atendimento feito, com a finalidade de avaliar em qual fase o cliente está. Para gerenciar esse relacionamento, há estratégias e até mesmo softwares que podem te ajudar. Os dois dos métodos mais usados são o CRM e a régua de relacionamentos. Incorporá-los ao cotidiano de trabalho será muito valioso para o corretor que deseja estabelecer relações produtivas com seus clientes.

Pós-venda: momento-chave para fidelizar seu cliente

Após fazer a venda, seu cliente pode ter dúvidas quanto à documentação do imóvel, relacionadas ao financiamento, e muitas outras. A esse momento tão delicado, no qual você precisará apoiar a decisão de seu cliente e transmitir-lhe segurança, é dado o nome de pós-venda.

Caso seja necessário checar algum detalhe do imóvel pessoalmente, ajudar seu cliente a entender uma cláusula do contrato, ou até mesmo passar um tempo com ele ao telefone ouvindo sobre a experiência em moradia que ele está vivenciando, faça-o.

Essa aproximação é o fruto do seu trabalho, e a prova incontestável de que ele foi bem realizado. Valorize-a, assim como você deve valorizar seu cliente. Além do caráter humano desse momento do atendimento — sim, o atendimento continua mesmo após a venda, e por longos períodos —, considere o aspecto prático: ter uma carteira de clientes satisfeitos é investir em ganhos futuros, novas vendas, indicações de seus serviços a amigos e parentes.

Temos certeza de que com sua garra e talento, e o que você aprendeu aqui, no Guia Básico do Corretor de Imóveis, sua jornada profissional será repleta de sucessos. Preparado para gerir sua carreira de maneira a ser até mesmo uma referência no seu novo ramo? Comente aqui como o guia te inspirou a buscar grandes vitórias!

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.