Financiamento Imobiliário

Financiar imóvel novo ou usado: existe diferença?

Quem não sonha em comprar a casa própria? Para muitos, essa é a única razão de anos de economias juntadas com muito suor. E, quando as pessoas já possuem o dinheiro juntado para dar como entrada no financiamento, é comum que apareça a dúvida: é melhor comprar um imóvel usado ou novo?

As duas opções trazem suas conveniências e desvantagens. Mas, para a maioria, o critério principal é o que vai influenciar no financiamento que será contratado. Afinal, existe alguma diferença entre financiar imóvel novo ou usado?

Se você ficou interessado, confira aqui tudo o que precisa saber sobre o assunto!

As taxas de juros

Via de regra, o protocolo inicial de bancos é não fazer diferenciação entre os financiamentos de apartamentos, sejam novos ou usados, desde que o bem esteja em boas condições de uso. Em relação às taxas de juros, o mesmo padrão é seguido: em geral, não há distinção entre os dois tipos de imóveis.

Porém, apesar de esta ser a medida, sempre existem exceções. Se estiver em dúvida entre um apartamento antigo ou novo, o ideal é fazer uma simulação no site da CrediPronto para comparar as propostas existentes. Em algumas situações, a taxa de juros dos imóveis novos se mostra um pouco menor.

A documentação necessária

Para os dois tipos de financiamento, de novos ou usados, a entidade financeira exige as mesmas documentações: um comprovante de renda, a identidade, avaliação do imóvel por um engenheiro do banco e os comprovantes de regularidade documental de quem vende o apartamento. Nesta etapa, o foco da instituição é avaliar tanto o vendedor quanto o comprador e o estado do imóvel.

Os valores do financiamento

Algumas instituições financeiras proporcionam diferentes subsídios para a aquisição de apartamentos antigos ou recém-construídos. Enquanto os apartamentos mais recentes podem ter um financiamento de até 100% de seu valor, o mais comum é que esta porcentagem, para os mais antigos, não passe dos 80%.

Porém, aqui vai uma dica: pela Caixa Econômica, há uma maneira de conseguir financiar completamente o valor do imóvel usado. Esta transação é feita a partir de uma poupança realizada durante 12 meses antes da efetuação da compra, e o financiamento será proporcional ao valor depositado durante este período.

A aprovação do pedido

Apesar de o banco financiar a compra de imóveis tanto novos como usados, é preciso ficar atento: em algumas situações, a transação do apartamento antigo não é aprovada.

Isso se dá porque, muitas vezes, o apartamento não se encontra em boas condições físicas para a mudança. Por isso, imóveis com algum problema estrutural ou que precisam de reformas muito grandes e drásticas podem não ter seu financiamento aprovado.

Como o financiamento é baseado na vida útil do apartamento, caso a entidade avalie que aquele valor não é compatível com a expectativa de tempo de uso, ela não vai aprovar o financiamento.

Comprar um imóvel é um grande passo a ser tomado. Com o devido planejamento, esse desejo não está muito distante da realidade. Hoje, financiamentos estão disponíveis para ajudar na realização desse sonho. Seja um imóvel antigo ou novo, o ideal é pesquisar e procurar aquele que mais combina com você e com as suas expectativas. Depois, é hora de encontrar uma instituição financeira que financie a compra. Procure saber quais são os termos que possibilitam esse financiamento.

Gostou do texto sobre financiar imóvel novo ou usado? Decidiu que vai, mesmo, financiar a compra de seu imóvel? Então leia aqui as 6 dúvidas mais comuns ao fazer um financiamento imobiliário.

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Faça uma simulação e financie até 82%