Financiamento Imobiliário

Financiamento de imóveis: mitos e verdades

Você provavelmente já ouviu falar muito sobre prestações decrescentes, uso do FGTS, burocracia sem fim e que pode piorar ainda de acordo com a renda de quem está interessando em comprar um imóvel, entre outras questões diretamente relacionadas com o financiamento de imóveis. Mas será que tudo é verdade? Neste post você entenderá os mitos e verdades do financiamento de imóveis e o que você deve conhecer de forma precisa para conquistar seus clientes.

Financiar um imóvel é um procedimento muito burocrático

Isto, na maior parte das vezes, pode ser considerado um mito, mas como? É preciso que, antes de qualquer coisa, toda a documentação solicitada seja providenciada, o que pode tornar o processo lento e moroso. Assim, quando a lista de documentos for repassada ao interessado em adquirir um imóvel, ele deverá estar ciente de que depende dele a facilidade do processo, já que se este apresentar todos os documentos exigidos, tudo fluirá com bastante facilidade.

Todas as prestações do financiamento imobiliário são decrescentes

No caso da tabela SAC (Sistema de Amortização Constante) isso é uma verdade. Nesta modalidade as prestações iniciarão com um determinado valor e com o passar do tempo, haverá pequenas reduções. Já no final do pagamento dos empréstimos estas parcelas poderão equivaler à metade do valor inicial do que era pago.

Isto ocorre, porque o saldo devedor vai sofrendo amortização e a incidência de juros sobre estes valores é menor, o que também deixa o valor a ser pago substancialmente menor.

Qualquer pessoa pode conseguir um financiamento imobiliário

Apesar das crescentes políticas de democratização do acesso ao crédito, isto ainda é um mito. Além de questões relativas à documentação exigida, existem aquelas relativas ao comprometimento da renda de quem quer financiar.

Em alguns bancos não é possível financiar 100% do valor do imóvel e o comprador que não tem como comprovar renda ou que possui diferença necessária para a entrada da compra da casa própria, não conseguirá o valor para compra.

A Caixa Econômica Federal é a melhor opção para fazer o financiamento imobiliário

Atualmente, várias instituições contam com programas vantajosos de acesso ao crédito para compra de um imóvel. Mas, apesar da diversificação, dizer que a Caixa Econômica Federal ainda é a melhor opção é um mito. Isto porque a melhor instituição para financiar um imóvel é aquela que consegue facilitar a vida do cliente e as taxas de juros estão, basicamente, equiparadas entre as instituições financeiras.

Tanto isso é verdade que comprar um imóvel por outra instituição que não seja a Caixa pode ser mais vantajoso pela diminuição da burocracia ou acesso facilitado aos imóveis de preços maiores, do tipo médio e alto padrão. Por isso, é preciso verificar o seu perfil e do imóvel que você quer adquirir para acertar na instituição financeira.

O imóvel sempre se valoriza e é um bom investimento

Em alguns casos, como aqueles em que existe uma inflação muito alta, essa informação é um mito. Verifica-se, também, que um imóvel pode se desvalorizar devido à situação econômica e política do país ou caso a região em que ele está instalado passe por algum processo de degradação. Porém, na maioria das vezes, o que realmente acontece é a valorização.

Também é mito dizer que sempre um imóvel é um bom investimento, porque se você precisar de dinheiro, nem sempre é fácil converter o montante imobilizado em dinheiro efetivamente, o que pode acarretar problemas de liquidez, por exemplo.

Neste post você viu que existem alguns mitos e verdades sobre o financiamento de imóveis. E você tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário para nós.

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Faça uma simulação e financie até 82%