Corretores de Imóveis

O que um corretor de imóveis precisa saber sobre decoração de interiores?

Muitos corretores reclamam de uma situação comum: o comprador desanimar da compra do imóvel por não gostar da arquitetura ou decoração. Nesses casos, é importante que o profissional entenda alguns conceitos de decoração de interiores para conseguir contra-argumentar e reverter a opinião negativa do cliente.

Não se trata de tentar convencê-lo de comprar algo que ele não goste, mas de explicar o conceito por trás da decoração e de oferecer, se necessário, algumas dicas do que pode ser alterado após a compra.

Para que você entenda melhor o assunto, continue a leitura do artigo até o final. Vamos lá?

Decorando o imóvel para vendê-lo

Você já ouviu falar de home staging? Trata-se de uma estratégia capaz de vender um imóvel 50% mais rápido. Com ela, falhas (como manchas nas paredes) são corrigidas, o espaço é reorganizado e alguns móveis podem sair de cena, dando lugar a outros objetos de decoração.

O resultado deve priorizar o imóvel, e não a decoração. Por isso, objetos pessoais não entram no conceito de home staging. O ideal é que o comprador veja todas as possibilidades da propriedade, esquecendo-se de que aquele local já foi a casa de outra pessoa.

decoração de interiores

Aumentando o seu poder de argumentação

Um dos desafios dos imóveis usados é que eles podem ter cômodos ultrapassados, pensados para necessidades que não existem mais. Um exemplo disso é o chamado DCE. A maioria das pessoas já não tem necessidade desse ambiente.

Por outro lado, quando se conhece alguns conceitos de decoração de interiores, é possível demonstrar que os ambientes podem ser completamente renovados. O antigo “quarto de empregada”, por exemplo, pode se transformar eu um espaço de home office.

Ter acesso a esse tipo de informação faz com que o corretor não desperdice a visita. Em vez de aceitar a negativa do cliente, buscando um novo imóvel para tentar agradá-lo, é possível usar a decoração de interiores para mostrar as possibilidades da propriedade que está sendo visitada.

Valorizando a funcionalidade

Muitas pessoas acreditam que o grande objetivo da decoração de interiores é criar ambientes bonitos. É lógico que a beleza é fundamental, já que todo mundo quer ter orgulho do lugar em que vive. Todavia, a palavra-chave da decoração de interiores é funcionalidade.

Os imóveis precisam aproveitar os espaços disponíveis da melhor maneira possível. Quando um corretor entende isso, ele pode propor soluções para a iluminação, cores da parede, modelos de móveis etc.

O cliente disse que achou o ambiente escuro? Mostre a ele que isso pode ser resolvido com algumas belas luminárias. Nem sempre as pessoas conhecem o assunto a ponto de enxergarem soluções. Esse é um dos diferenciais de um corretor de sucesso.

Como vimos, a decoração de interiores pode render ótimas vendas aos corretores, pois ela dá ao profissional um leque de temas que podem ser usados para reverter uma primeira impressão negativa, além de ajudá-lo a pensar nas possibilidades do imóvel.

Gostou deste artigo? Então, curta nossa página no Facebook para não perder nossos próximos materiais! Estar bem informado pode fazer a diferença na sua carreira.

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.