Educação Financeira

Como fazer um bom planejamento financeiro de casais?

Para que a vida a dois possa proporcionar aos parceiros tudo aquilo com que eles sonham em um casamento, é preciso cuidar das finanças. O planejamento financeiro de casais é um tema difícil de ser abordado, principalmente para quem está prestes a assumir um compromisso com o outro.

Mas não se engane: a parte financeira é determinante para o sucesso do casamento, e existem muitos casos de uniões que acabam fracassando justamente devido ao tratamento inadequado do dinheiro da casa.

Claro que não é fácil virar a chave de “meu dinheiro” para “nosso dinheiro”, mas existem algumas formas de tornar esse processo mais orgânico e prazeroso, permitindo que o casal viva a nova vida a dois sem ter que se preocupar com esse assunto.

Quer saber quais são elas? Acompanhe nosso post e descubra!

Gerencie uma planilha financeira

A primeira providência para se cuidar do dinheiro da casa é montar uma planilha financeira bastante completa. Mesmo que você já esteja acostumado a fazer o seu planejamento, é necessário se preparar para receber as contas do seu futuro cônjuge e também aquelas que sempre serão conjuntas.

O sistema de gerenciamento da planilha do casal deve ser o mesmo recomendado para qualquer planejamento: incluir todas as receitas e despesas sem deixar nada de fora. E o segredo para o sucesso é a transparência. Todos os gastos devem ser lançados igualmente e não pode haver espaço para compras secretas em relação a nenhuma das partes. Caso contrário, a gestão financeira ficará comprometida!

 

Divida as contas em comum

Quando você se casa, deixa de ter contas particulares para ter contas em comum. E isso vale também para as dívidas. O ideal é que o casal opte por abrir uma conta-corrente conjunta no banco. Mesmo que isso não seja possível, é necessário entender essa nova dinâmica financeira.

Ter contas em comum significa dividir o pagamento delas de forma igualitária. Se você optou por manter contas-correntes separadas, então, deve-se definir quem paga o que, em relação aos boletos comuns.

No caso das dívidas, é preciso entender de que forma vocês dois podem torná-las menos onerosas. Se o seu companheiro está pagando juros altos no cheque especial, por exemplo, o ideal é que você transfira a quantia necessária para que ele se livre dos juros que, afinal, prejudicam a vida financeira de ambos.

Alinhe as expectativas

Além de acertar a vida financeira e dividir as contas igualitariamente, é muito importante que o casal alinhe expectativas. Não faz sentido que um economize enquanto o outro gasta desordenadamente.

Nesse caso, é preciso ter consciência do padrão de vida adotado e, principalmente, transparência em relação aos desejo e vontades. Se pintar a possibilidade de fazer uma viagem, por exemplo, o ideal é que os dois estejam de acordo com o destino e com o orçamento para realizar o sonho.

Planeje os investimentos

Casais jovens, no auge de suas carreiras, costumam querer aproveitar bastante a vida, principalmente porque ainda não têm filhos. No entanto, como um casal, é essencial pensar no futuro!

A planilha financeira conjunta deve contar com uma reserva para investimentos, pensando em projetos futuros, como um apartamento, um carro, uma viagem e, até mesmo, a aposentadoria de ambos. Para isso, o mais adequado é procurar uma consultoria especializada para conhecer quais são as melhores opções.

Viu só como é importante cuidar do planejamento financeiro de casais?! Não deixe para fazer isso depois que as dívidas se acumularem, pois a dificuldade será ainda maior!

Se você gostou e quer receber mais conteúdos como este, assine a nossa newsletter agora mesmo!

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Faça uma simulação e financie até 82%