Educação Financeira

As 3 melhores dicas para aprender a economizar

O tema educação financeira, é algo tão importante que com certeza deveria ser incluso na grade curricular das instituições de ensino, desde a escola primária até as graduações universitárias. Talvez se aprendêssemos desde criança a importância da economia, o real valor do dinheiro, teríamos menos problemas na vida adulta para lidar com as finanças. Fala-se muito sobre ganhar dinheiro, mas muito pouco sobre como gasta-lo. O resultado disso nós vemos todos os dias nos jornais, onde recentemente o Banco Central anunciou que o endividamento das famílias brasileiras é o maior dos últimos 10 anos. De março para abril deste ano, o endividamento dos brasileiros passou de 46,20% para 46,30%, maior percentual desde 2005. O cálculo leva em conta o total das dívidas dividido pela renda total dos últimos 12 meses.

Regra número “zero” para aprender a economizar

Por isso a regra número “zero” da educação financeira: GASTE MENOS DO QUE GANHA!

1º passo da educação financeira:

O primeiro passo é rever todo o seu planejamento e reduzir tudo o que for possível. Acredite, sempre é possível gastar menos, podemos pensar em algumas economias que fazem muita diferença, de TV a cabo, conta de luz, conta de água até ao carro de escolha. Recomenda-se planilhar os seus gastos e receitas. Isso pode ser feito num simples caderninho de anotações até em um dos modernos aplicativos para celulares disponíveis no mercado. Criando esse hábito você começa a nortear sua vida no aspecto financeiro.

2º passo da educação financeira:

O segundo passo, que muitos não se importam e nem percebem, é “correr” de pequenas parcelas. Sempre nos iludimos acreditando que R$ 30,00 de um novo parcelamento não irá nos atrapalhar. Realmente pode ser que não atrapalhe se não houver nenhum outro, mas normalmente não é assim que acontece, portanto pense que serão R$ 30,00 a menos no dia do seu pagamento. Ou seja, ao invés de aumentar os seus ganhos, desta forma, estará reduzindo.

Além disso, vale refletir: se as parcelas que faz são pequenas, logo o montante também não deve ser grande. Portanto, por que não pagar a vista? Dessa forma, além de não assumir um novo parcelamento, você também poderá negociar melhor o preço final já que pagamento a vista sempre é mais bem visto pelo vendedor, fornecedor, etc.

 

3º passo da educação financeira:

O terceiro e importante passo é, sempre reflita sobre os possíveis gastos antes de sair de casa, por exemplo, será que é necessário sair com o cartão de crédito? Isso evita que você faça compras por impulso lhe fazendo repensar melhor a cada gasto.

Por fim, uma dica muito importante. Comece separando 5% do seu ganho mensal. Colocado em forma de percentual para que, independente do ganho, sempre existe uma pequena porcentagem que pode ser guardada. Pensando assim, não importará se os 5% representará R$ 50,00 ou R$ 5.000,00 por mês. Apenas reserve um percentual do seu salário. No começo não é fácil, é uma questão de hábito, então logo você perceberá quantidade de frutos e benefícios que a economia pode trazer.

Pensando nesses 3 passos, no momento de crises como a que vivemos, não sofrerá tanto com possíveis reduções de salários, perca de emprego e outras coisas que todos nós estamos sujeitos.

Você tem alguma dica de como fazer um planejamento financeiro ? Comente aqui com a gente e ajude outras pessoas a se planejar melhor !

Referência: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,endividamento-das-familias-brasileiras-e-o-maior-em-10-anos–diz-bc,1706608

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.