Mercado Imobiliário

8 sinais de que é hora de mudar de apartamento

Nem todo mundo se anima com uma mudança. É verdade que arrumar as malas e escolher um novo endereço pode ser uma situação cansativa. No entanto, permanecer a vida toda no mesmo imóvel não é mais uma possibilidade. Nessas horas, mudar de apartamento é a melhor escolha.

No entanto, essa decisão não pode ocorrer do dia para a noite. Para saber se é necessário buscar um novo imóvel, o morador precisa estar atento a alguns detalhes que já fazem parte do dia a dia, mas que não deveriam estar na rotina.

Para ajudá-lo a identificar essas situações, preparamos este artigo. Será que já está na hora de você se mudar? Continue a leitura para descobrir!

1. A família cresceu

Essa é uma das situações mais comuns que existem, não é mesmo? Aquele apartamento aconchegante, no qual você vivia sozinho ou apenas com o companheiro ou companheira, de repente se torna minúsculo.

Normalmente, a chegada dos filhos é o momento que marca o crescimento do núcleo familiar, mas existem outras situações, como a vinda de um parente para morar na cidade — seja por motivos profissionais, estudos ou até mesmo para tratar da saúde.

De qualquer forma, é muito difícil adaptar um apartamento pequeno a uma nova composição familiar. O caminho mais simples é mudar de apartamento mesmo.

2. O espaço não é mais suficiente

Não são apenas as pessoas que podem fazer com que o apartamento fique pequeno. Com o passar dos anos, é comum acumular objetos, roupas, móveis, eletrodomésticos etc.

Por isso, muita gente acaba decidindo se mudar de apartamento, pois é muito desagradável não poder comprar uma mobília maior porque o espaço não permite, ter que se livrar de roupas para deixar o quarto menos bagunçado ou ter dificuldades para limpar o apartamento, devido ao seu tamanho.

Ademais, o espaço também pode estar relacionado à área externa, como vagas na garagem, qualidade das áreas de lazer do condomínio etc. 

Se esse cenário pareceu familiar, talvez você deva conversar com um corretor de imóveis.

3. Você precisa morar mais perto do trabalho

A carreira tem um espaço muito importante na vida de muitas pessoas. É comum ver indivíduos que estudam e se dedicam muito para se tornarem excelentes profissionais. Por isso, quando encontram uma boa vaga de trabalho, naquela empresa em que sempre sonharam atuar, é natural que eles não se importem de mudar de bairro, cidade e estado.

Paralelo a isso, temos uma outra situação: muita gente vive longe do emprego e precisa ficar horas no trânsito, ou no transporte público, para chegar até o local de trabalho. Apesar de não ser percebido dessa maneira, o tempo é um precioso ativo que temos que preservar.

Portanto, vale a pena se mudar para mais próximo do seu trabalho e, com isso, ganhar em qualidade de vida.

4. O apartamento tem problemas

Se você está chateado com o seu apartamento e sabe que ele precisa de uma reforma para ficar com a sua cara, talvez seja melhor se mudar. Em primeiro lugar, nem sempre a reforma vale a pena financeiramente. Em segundo lugar, talvez você não queira passar por essa situação, tendo que lidar com toda a responsabilidade que uma obra exige do proprietário.

Ademais, imóveis muito antigos pedem alterações complexas para se adaptarem às necessidades atuais, como número de tomadas, materiais de piso, quantidade de cômodos etc.

Por isso, pode ser bem mais fácil buscar um novo apartamento, projetado com materiais modernos e com uma arquitetura contemporânea.

5. O imóvel está mal localizado

A cidade é viva. Sendo assim, ela muda constantemente, acompanhando os movimentos da nossa sociedade. Aquele bairro rural, em que os seus avós moraram, pode ter dado lugar a um bairro comercial que atrai a atenção de milhares de pessoas todos os dias. Se você já não se identifica com esse local, essa é uma boa oportunidade para se mudar.

Logicamente, existem outras características que podem fazer com que uma pessoa fique insatisfeita com a localização de imóvel, como qualidade do trânsito, falta de áreas verdes, comércio insatisfatório, escolas, hospitais etc.

A lista é longa e pode mudar completamente, dependendo daquilo que você considera relevante para o seu dia a dia.

6. Você quer ter um pet

Em muitos condomínios, ter um animal de estimação pode ser um problema. O barulho pode incomodar os vizinhos, o espaço pode não ser adequado, o proprietário do imóvel pode ficar bravo com possíveis danos que o animal causará no apartamento etc.

Por isso, se você não quer abrir mão do seu bichinho, pode ser melhor mudar de apartamento, buscando um local mais adequado para ele.

7. Você cansou de pagar aluguel

Comprar um imóvel é uma decisão financeira importante. Nem todo mundo gosta de viver de aluguel. Afinal, essa relação locador/inquilino pode gerar conflitos.

Além disso, o custo com locação pode ser mais alto do que as mensalidades de um financiamento imobiliário — o que não justificaria o aluguel, sob o ponto de vista financeiro. Para os pais e mães de família, ainda existe a preocupação com a segurança dos filhos, com a necessidade de deixá-los protegidos com uma casa própria.

8. Você não se dá bem com os vizinhos

Ninguém quer morar em um lugar cujo clima é pesado, não é mesmo? Se alguma briga aconteceu entre você e algum vizinho, talvez seja melhor se mudar. É claro que o melhor cenário é resolver tudo de forma amistosa, mas se isso não for possível, não perca o seu tempo nutrindo sentimentos negativos. Use essa energia para recomeçar e buscar um novo local para chamar de lar.

Viu só? Existem muitos cenários que podem indicar a hora de mudar de apartamento. Além disso, com tantos imóveis bacanas na cidade, por que se acostumar com situações desagradáveis? Converse com um corretor de imóveis, explique a ele as suas necessidades e comece a procurar um apartamento que tenha a sua cara!

Se você quer se manter sempre bem-informado sobre o mercado imobiliário, não deixe de curtir a nossa página no Facebook! Afinal de contas, temos sempre postagens interessantes sobre finanças, dicas para comprar imóveis etc.

Faça uma simulação e financie até 82%

Acompanhe

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.